<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Você sabe como criar um perfil no LinkedIn e para quê ter um perfil na rede? O LinkedIn é uma rede social de negócios fundada em 2002, e que viu o número de usuários crescer absurdamente nos últimos anos. Com mais de 690 milhões de usuários, a rede ainda tem o Brasil como um dos países mais ativos! E todo esse crescimento não foi à toa!

Ele ocorreu principalmente porque as possibilidades da rede social são quase infinita, além de novas funcionalidades surgirem para complementar. Mesmo sendo uma rede social profissional, o uso pode ir muito além de somente arrumar um emprego.

Com as opções variadas de postagens e interações, você pode usar para dar um up no seu marketing pessoal, conseguir novos contatos, aumentar seu networking e alavancar de vez a sua carreira profissional!

estudante ao computador 3

Quer saber como e por onde começar? Veja as dicas que separamos para ter um excelente perfil na rede social:

Como criar um perfil no Linkedin - passo a passo

Para começar a utilizar o LinkedIn, é necessário criar o seu perfil na rede. Para isso, você vai precisar de um e-mail, telefone e alguns outros dados pessoais de extrema importância.

Isso vai fornecer o seu o acesso inicial e vai também começar a te identificar na rede social. Tudo para que você fique bem posicionado e tenha um perfil seguro e de confiança.

Ainda tem dúvidas? Não se preocupe, segue um passo a passo simples de como criar o seu perfil no Linkedin:

Passo 1 - Faça o seu cadastro

Na página inicial de cadastro no LinkedIn, você deve iniciar o seu cadastro usando um e-mail ou telefone, e criando uma senha pessoal.

O site é bastante intuitivo, e após adicionar essas informações, ele já te leva para uma próxima página para preencher as principais informações pessoais, como seu nome e sobrenome.

Dessa forma, você possibilita que as pessoas que te conhecem possam te achar na rede, ampliando seus contatos. Dessa forma, você pode até mesmo retomar contato com antigos colegas de trabalho, gestores e pessoas que possam te indicar na rede.

Em seguida, você precisará passar por uma verificação de segurança, tudo para garantir que sua conta esteja segura e que você não é um robô.

Passo 2 - Preencha seus dados

Após preencher nome e sobrenome e passar pela verificação de segurança, é hora de preencher os seus dados pessoais, de localização e suas principais informações.

Preencher os dados de cidade, estado e país vão ajudar o LinkedIn a oferecer uma experiência personalizada, com atualizações de vagas e postagens na sua região.

Em seguida, você adiciona o seu cargo mais recente, ou pode apenas sinalizar que é estudante e colocar os detalhes de estudo.

Esses dados também ajudarão a rede social a fornecer novas vagas na sua área, posicionando o seu perfil para recrutadores que buscam candidatos com as suas habilidades e especializações. O LinkedIn também irá te ajudar a criar conexões que estejam dentro da sua área a partir das informações que você fornecer.

Passo 3 - Conecte-se com outras pessoas

Depois de preencher seus dados pessoais, de localização e seus estudos e cargos para definir sua área, o LinkedIn irá te direcionar para uma página de conexão.

Em geral, ele irá trazer perfis que tenham semelhança com o seu, que estejam na mesma área de atuação e até mesmo na mesma localização.

Aqui, é hora de deixar a vergonha de lado e se conectar! Não importa se os contatos que ele te deu sejam desconhecidos para você. É ideal que você se conecte sem medo com novas pessoas.

Essas pessoas poderão ser a porta de entrada para uma nova vaga, um novo cargo e uma nova aventura profissional. Também podem ser fontes de novos ensinamentos, uma vez que elas compartilham postagens relacionadas a sua área.

Por isso, faça conexões e amplie a sua presença!

Como melhorar o perfil no Linkedin?

Depois de criar o seu perfil, é ideal que você comece a alimentá-lo de forma estratégica para aumentar a visibilidade. Para isso, algumas dicas podem te ajudar a ter um perfil brilhando, pronto para qualquer conexão.

Ter um perfil atualizado vai ajudar pessoas que já lhe conhecem a localizá-lo com mais facilidade. Também vai auxiliar recrutadores que buscam por novos candidatos. Dessa forma, eles poderão saber suas informações principais já atualizadas, se você está buscando por uma oportunidade ou já está em uma vaga.

Por isso, dá uma olhada nas dicas que separamos para atualizar e melhorar ainda mais o seu perfil no LinkedIn:

Escolha uma boa foto

É ideal manter a sua foto atualizada, ou ao menos que não seja muito antiga. Busque evitar acessórios que podem tapar o rosto, como chapéus e óculos escuros. Também é ideal que a foto esteja em boa qualidade e que seu rosto esteja visível.

A foto vai trazer seriedade para o seu perfil, e também irá demonstrar que o seu perfil está completo. Não precisa ser muito elaborada e nem uma foto tirada com câmeras profissionais, mas deve demonstrar que você está comprometido o suficiente com o seu perfil na rede.

Dessa forma, você poderá ser cotado mais facilmente para vagas por transmitir mais confiança, seriedade e por possuir um perfil completo no LinkedIn.

Preencha todos os campos possíveis

Preencher todos os campos também é importante no processo de transmitir confiança e seriedade. Além disso, quanto mais atualizado seu perfil estiver, mais o LinkedIn poderá oferecer experiências personalizadas para você.

Procure dar informações sobre todas as suas experiências profissionais, escreva sobre os cargos que você ocupava, coloque suas habilidades e certificações. Tudo que poderá enriquecer seu perfil, vale a pena ser colocado.

O ponto positivo do LinkedIn é que você poderá descrever suas experiências com suas próprias palavras, escrevendo sobre as funções que podem até mesmo incluir habilidades extras, fora do que o cargo propunha no papel.

Busque por recomendações

Uma recomendação no LinkedIn é um tipo de depoimento que alguém pode escrever sobre você. Não há limites de recomendações e você pode convidar alguém a fazer uma recomendação sobre você, o que pode ser útil para conquistar e melhorar esse espaço do seu perfil.

Mas tome cuidado: não peça recomendações de forma aleatória para pessoas que você não conhece. É ideal que as recomendações sejam verdadeiras, de pessoas que você já trabalhou junto como colegas de setor, gestores, prestadores de serviços e até mesmo pessoas que você contratou.

Busque sempre por pessoas que você gostou de trabalhar e que você sente que o sentimento foi recíproco.

Invista um tempo na área “Sobre”

A área “Sobre” do seu perfil no LinkedIn é uma breve apresentação sobre você, que fica exposta bem no início do perfil. Trata-se de uma pequena introdução sobre suas habilidades, experiências e especializações.

É ideal que você tire um tempo maior para pensar na melhor forma de se apresentar, lembrando que recrutadores da sua região, e até mesmo do país, podem ter acesso ao seu perfil.

Você pode imaginar como se apresentaria a um desses recrutadores, escrevendo um pequeno texto sobre você. Evite fazê-lo muito longo, pois as informações completas estarão direto no seu perfil.

Mas não tenha medo de incluir todas as informações que você considera mais importantes. Assim, o usuário que ver o seu perfil já saberá exatamente o que encontrar.

mulher-de-negocios-alegre-fazer-gesto-vencedor_

Como usar o Linkedin da melhor forma

De uma forma geral, não existe uma fórmula ou regras exatas para usar a rede social. Cada pessoa vai aproveitar de um modo diferente, vai gostar mais de ferramentas diversas e até mesmo terá objetivos diferentes.

Por exemplo, um recrutador utilizará mais para fazer novas conexões para vagas futuras, enquanto um influenciador pode compartilhar suas experiências profissionais do dia a dias. Alguém que deseja informação sobre o mercado na sua área pode utilizar como uma forma de ficar antenado, enquanto alguém que procura emprego pode usar para achar as melhores vagas.

Existem também as pessoas que desejam crescer e aprender, e podem aproveitar os cursos e artigos disponíveis no LinkedIn.Ou seja, é uma rede completa para todos os tipos de pessoas com todos os tipos de objetivos.

Porém, se você busca ter mais visibilidade no mercado de trabalho ou impressionar recrutadores, algumas dicas podem servir para seus objetivos. Veja a seguir.

Solicite conexões

Na hora de solicitar conexões, não tenha medo de adicionar pessoas que você não conhece. Isso irá ampliar a sua presença na rede, você poderá fazer novos amigos, novos contatos e ter uma rede de networking forte e muito ampla.

Também busque por antigos colegas de trabalho e até mesmo gestores, que poderão contribuir positivamente para o seu perfil com recomendações, comentários e interações, aumentando o seu engajamento na rede.

As conexões são importantes para definir seus contatos, o que irá aparecer no seu feed e a experiência que você terá no LinkedIn. É bacana adicionar pessoas que estejam na sua área para uma troca saudável de experiências, mas não se prenda a somente isso! Um feed diversificado com conexões de áreas diversas também pode fornecer a carga ideal de experiência.

empresaria com tablet-1

Interaja em publicações (mas evite polêmicas)

Após fazer conexões, adicionar pessoas e aumentar o seu círculo social, é hora de começar a navegar e interagir na rede.

O atrativo do LinkedIn é a possibilidade de interagir em todos as postagens e criar uma troca de informações e experiências constantes. Essa troca ajuda a entender e se aprofundar no mercado, além de expandir seus contatos e atrair mais pessoas para o seu perfil.

Para isso, é ideal que você interaja bastante com seus contatos, exponha o seu ponto de vista, conte sobre suas experiências, compartilhe postagens, entre muitas outras formas de interação que a rede oferece.

Mas atenção: evite polêmicas a qualquer custo. Por se tratar de uma rede profissional, qualquer polêmica muito grande pode fazer com que danifique sua imagem no mercado de trabalho.

Por isso, tome cuidado e deixe as opiniões mais calorosas, irritadas e polêmicas para as outras redes sociais de cunho pessoal, como Twitter e Facebook.

Produza conteúdo

Muita gente imagina que produzir conteúdo seja algo complicado e que demanda muito tempo, mas não precisa ser assim.

Embora muita gente goste de postar longos textos repletos de experiência, um texto curto interagindo, contando uma situação ou até mesmo pedindo uma opinião das suas conexões também são formas de criar conteúdo no LinkedIn.

O interessante é incorporar na sua rotina para que você tenha ideias de forma natural. Qualquer novo desafio, dúvidas, curiosidades ou aprendizados que você tiver contato no seu dia a dia profissional pode virar um tema interessante para debate na rede.

Pode ser até uma opinião sobre um livro relacionado à sua área profissional, ou sobre como um filme trouxe determinado aprendizado para o mundo dos negócios ou estudos.

Dessa forma, o conteúdo pode sair de forma natural, sem você precisar pensar e levar muito tempo nisso. E ainda é uma forma de compartilhar uma experiência rica do seu dia a dia que pode ajudar outras pessoas. Vale a pena tentar!

Linkedin para procurar emprego

Uma das principais funções da rede social é buscar empregos, ou localizar candidatos quando falamos em recrutadores. Por isso, é sempre importante manter o seu perfil organizado e atrativo, mesmo que você esteja em um cargo e não tenha pretensão de sair.

É muito difícil prever uma demissão, mas ter o seu perfil organizado e atualizado pode evitar que você seja pego de surpresa e já te posicionar para uma próxima experiência.

Além disso, ter o perfil no LinkedIn atualizado pode atrair novas propostas melhores para cargos acima do seu, caso algum recrutador entenda que você tem as habilidades necessárias. Portanto, a rede social pode ser o seu ponto de partida para um aumento de salário ou promoção.

O LinkedIn teve um crescimento estrondoso nos últimos 5 anos, e hoje pode ser considerada uma das redes sociais mais rentáveis da internet. Para os usuários, a vantagem é ter um ambiente profissional e acessível para interagir, aprender e crescer.

Com ela, você pode ampliar suas conexões, criar uma rede de networking potente, buscar por referências profissionais, almejar um cargo mais alto, trocar experiências, aprender novas habilidades, entre muitas outras opções. É uma maneira muito saudável de se posicionar bem no mercado de trabalho.

E por falar em mercado de trabalho, com os cursos EAD, conciliar trabalho e estudos tem sido um tema em pauta no LinkedIn, onde as pessoas dividem as próprias experiências.

Aqui no blog nós também temos um artigo para te ajudar. Leia agora: Estudar e trabalhar, como conciliar as duas coisas?

blog ead unifsa

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT