Inscreva-se
Conheça nossos cursos

Enem

Como é calculada a nota do Enem, inscrição e calendário [Guia 2022]

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Enem

Como é calculada a nota do Enem, inscrição e calendário [Guia 2022]

Por EAD UNIFSA em Nov 23, 2021 11:59:21 AM | 44 min de leitura

As provas do Enem 2022 serão aplicadas nos dias 13 e 20 de novembro de 2022. Com a notícia, os candidatos voltam a se perguntar: como é calculada a nota do Enem?

Isso porque o sistema utilizado depende de um algoritmo, e não há maneira de descobrir antes do resultado oficial qual é a sua pontuação. 

A TRI, Teoria de Resposta ao Item, é um sistema que avalia o padrão de erros e acertos do candidato, buscando entender se ele realmente sabia a resposta ou chutou. Isso resultado em pontos integrais e pontos parciais.

Neste artigo, vamos conversar mais a fundo sobre como é calculada a nota do Enem e como você pode se preparar a prova. 

Você vai conferir: 

Como funciona o Enem 
Como funciona o Enem Digital 
Como é calculada a nota do Enem 
Como ver a nota do Enem 2022
As matérias mais caem no Enem 2022
Quem pode fazer o Enem 2022
Quais os horários de prova do Enem 2022 
Por onde começar a estudar para o Enem 2022
Calendário do Enem 2022 
O que muda no Enem com o novo ensino médio 
Como entrar na universidade com a nota do Enem 2022
Conclusão 

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Como funciona a prova do Enem? 

O Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, é a prova mais importante para os estudantes brasileiros. Tendo começado como uma avaliação do ensino médio no país, hoje o Enem é a porta de entrada para o ensino superior. 

A história do Enem 

O Enem nasceu em 1998 como uma medida do governo federal para entender como estava a qualidade do ensino médio no país. 

Na época, a prova servia apenas como um instrumento de medição, porém, em 2004, o Enem passou a ser utilizado como entrada para o ensino superior. 

Nesse ano, foi criado o Prouni, o Programa Universidade para Todos, que utiliza a nota do Enem para garantir bolsas integrais e parciais em instituições de ensino superior privadas. 

Algum tempo depois, em 2010, percebendo o sucesso do Prouni, também foi criado o Sisu (o Sistema de Seleção Unificada), um programa que reserva vagas em universidades federais para participantes do Enem. 

Hoje em dia, além de facilitar o ingresso no ensino superior, a nota do Enem também faz parte da admissão no FIES, o Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, e do Sisutec, que garante vagas em cursos técnicos. 

Como é aplicada a prova do Enem 

A prova do Enem reúne conteúdos presentes no currículo escolar do ensino médio. Esses conteúdos são divididos no exame em quatro grandes áreas do conhecimento:  

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias; 
  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias; 
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; 
  • Matemática e suas Tecnologias. 

Cada uma dessas áreas conta com 45 questões objetivas. Ou seja, o exame tem 180 perguntas objetivas no total. A prova do Enem também conta com uma redação. 

Por conta da quantidade de questões e da redação, o Enem é dividido em dois domingos. Confira a organização das provas de cada conhecimento abaixo: 

1º domingo:  

  • Ciências Humanas e suas Tecnologias (45 questões);  
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias (45 questões);  
  • Redação. 

2º domingo:  

  • Ciências da Natureza e suas Tecnologias (45 questões).  
  • Matemática e suas Tecnologias (45 questões).

Como funciona a redação do Enem? 

A redação do Enem segue o modelo de texto dissertativo-argumentativo.

O candidato precisa escrever entre 7 e 30 linhas, defendendo sua opinião sobre um tema determinado utilizando argumentos concretos, bem embasados e respeitando os direitos humanos. 

O tema da redação do Enem é revelado apenas no dia da prova.

Porém, é comum que o exame explore temáticas de cunho socioeconômico, político, ambiental, social ou uma combinação de todos eles. 

Descubra os segredos para tirar nota 1000 na redação do ENEM!

Como funciona o Enem Digital 

Desde 2020, devido à pandemia de Covid-19, o Enem conta com um formato digital. 

A prova é voltada exclusivamente para estudantes que concluíram, ou vão concluir, o ensino médio no mesmo ano do exame. E, diferente do que se pode pensar, o Enem Digital não pode ser realizado de casa. 

Assim como na prova tradicional, o candidato precisa se deslocar até o local de prova, onde ele terá um computador a sua disposição para responder as questões objetivas. 

No Enem Digital, a redação ainda tem formato impresso.

como é calculada a nota do enem - candidato preenchendo cartão-resposta

Como é calculada a nota do Enem 

A correção da prova do Enem é feita seguindo dois processos diferentes. O primeiro é a correção da prova objetiva, e o segundo é a correção da redação. 

Para validar as questões objetivas, o candidato precisa preencher o cartão-resposta. Esse cartão é recolhido no final do dia de exame e submetido a uma leitura por computador.

É durante essa leitura que um algoritmo, a TRI, calcula a nota. 

Como funciona a TRI, Teoria de Resposta ao Item 

A TRI, Teoria de Resposta ao Item, é um algoritmo usado para corrigir e dar nota às questões do Enem. Ela leva em consideração o padrão de acertos dos candidatos. 

Por exemplo, a TRI analisa a dificuldade das questões e qual foi o padrão de erros e acertos do candidato diante dessa dificuldade. 

E a partir dessa análise, consegue identificar se o candidato acertou uma questão porque realmente sabia, o que gera um ponto inteiro, ou se foi um chute, o que gera uma pontuação menor.

É por causa da TRI, e da maneira como é calculada a nota do Enem, que não é possível saber a nota com acurácia apenas conferindo o gabarito. 

Como funciona a correção da redação do Enem 

Já a redação do Enem é corrigida manualmente, uma por uma, por uma banca de avaliadores especializados. Cada um dos textos escritos pelos candidatos é submetido a dois avaliadores que não se conhecem e não tem contato um com o outro. 

A redação do Enem é corrigida segundo cinco competências, que valem 200 pontos cada. Conheça quais são as competências e o que elas avaliam: 

  • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa.  
  • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa.  
  • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.  
  • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 

Como ver a nota do Enem 2022? 

A nota oficial do Enem é disponibilizada no site após alguns meses. 

Você pode consultá-la no portal do candidato no site oficial ou no aplicativo do Enem. Além da nota, você também pode acessar a sua redação comentada. 

As matérias que mais caem no Enem 2022

O Enem, como explicamos anteriormente, é um exame dividido em quatro grandes áreas do conhecimento. E essas áreas abordam conteúdos estudados pelos candidatos no ensino médio. 

Na Matriz Referência do Enem, você pode conferir todos os conteúdos que caem na prova. Esse é um documento elaborado pelo MEC, o Ministério da Educação. 

Abaixo, nós explicamos as matérias que caem no Enem e as áreas do conhecimento nas quais a prova é dividida. Confira: 

Ciências Humanas e suas Tecnologias 

As questões de Ciências Humanas e suas Tecnologias abordam conteúdos relacionados com história, geografia, sociologia e filosofia.   

História  

Em relação aos conteúdos de história, é essencial que os alunos tenham conhecimento sobre fatos históricos importantes — da história mundial e brasileira — e sobre questões que estão em pauta na atualidade. Confira:  

  • Período Colonial e escravidão no Brasil  
  • Era Vargas  
  • Ditadura Militar no Brasil
  • Revolução industrial
  • Primeira e Segunda Guerra Mundial
  • Nazismo/Holocausto e Fascismo
  • Guerra Fria 

Geografia 

Quanto aos conteúdos de geografia cobrados no Enem, temas relacionados com a atualidade também ganham destaque. Questões envolvendo urbanização, globalização, meio ambiente e geopolítica dominam o exame. Confira:  

  • Impactos ambientais  
  • Globalização  
  • Geopolítica mundial  
  • Migrações
  • Urbanização
  • Desenvolvimento humano e social
  • Cartografia 

Sociologia e filosofia  

Essas duas matérias são muito valorizadas pelo Enem, ganhando um número considerável de questões. Temas como relações de trabalho, movimentos sociais e correntes sociológicas e filosóficas são alguns de destaque. Confira:  

  • Iluminismo e Marxismo  
  • Relações de Trabalho  
  • Sociologia contemporânea   
  • Cultura de massa  
  • Movimentos sociais
  • Pensadores da Grécia Antiga
  • Cidadania
  • Economia e Sociedade  

Linguagens, códigos e suas tecnologias 

As questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias abordam conteúdos relacionados com língua portuguesa, literatura, interpretação de texto, educação física, artes e língua estrangeira.   

Educação física e artes são os assuntos que aparecem em menor número de questões.    

Além disso, a prova é composta por apenas cinco questões de língua estrangeira. O idioma — inglês ou espanhol — é escolhido pelos candidatos no momento da inscrição. Assim, no dia da prova, o estudante receberá o caderno de acordo com a sua opção de língua estrangeira.   

Língua Portuguesa e Literatura  

As questões de língua portuguesa e literatura dominam a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. A interpretação de texto é a habilidade primordial para se sair nessa etapa.    

Além disso, gramática e conhecimento sobre estrutura textual são essenciais. Confira os conteúdos: 

  • Interpretação de texto   
  • Estrutura e formação das palavras  
  • Pontuação e gramática  
  • Tendências contemporâneas  
  • Figuras de linguagem
  • Movimentos literários  

Artes e Educação Física  

Por mais que essas matérias não ganhem um número tão expressivo de questões, é importante pontuar os assuntos mais recorrentes:  

  • Arte Contemporânea  
  • Modernismo
  • Vanguardas europeias
  • Esportes
  • Cuidados com saúde do corpo  

Língua Estrangeira  

Mesmo que o candidato opte por espanhol ou inglês, a estrutura das questões é bem parecida para os dois idiomas. Confira alguns dos temas mais frequentes:  

  • Vocabulário  
  • Gramática  
  • Conjugação verbal
como é calculada a nota do enem - As materias mais caem no Enem

Ciências da natureza e suas tecnologias 

Na prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, os estudantes encontrarão perguntas sobre biologia, química e física.   

É comum que nessa área o Enem cobre questões relacionadas ao nosso dia a dia. Através de exemplos concretos e que se relacionam à rotina, a prova instiga o aluno a pensar sobre os fenômenos biológicos, químicos e físicos que o cercam.    

Biologia

Química

  • Ligações químicas e polaridade
  • Reações orgânicas e inorgânicas
  • Eletroquímica
  • Radioatividade
  • Cadeias Carbônicas
  • Estequiometria

Física

  • Energia, trabalho e potência
  • Ondas
  • Mecânica
  • Acústica
  • Calorimetria
  • Resistores  

Matemática e suas tecnologias  

Diferente das outras áreas, que abordam mais de uma disciplina, essa prova é voltada exclusivamente para matemática.    

Além do domínio dos cálculos, a prova exige muita interpretação das questões e raciocínio lógico.    

Assim como a área de Ciências da Natureza, a prova de Matemática e suas Tecnologias traz questões relacionadas ao dia a dia. Confira os conteúdos:    

Matemática

  • Equações e funções de 1° e 2° grau
  • Porcentagem e matemática financeira
  • Razões e proporções
  • Noções de Estatística
  • Circunferências
  • Leitura e interpretação de gráficos 

Quem pode fazer o Enem? 

Embora seja o Exame Nacional do Ensino Médio, não são apenas os estudantes que podem fazer a prova.

O Enem não tem limite de idade, qualquer pessoa pode participar. Basta se inscrever, pagar a taxa (caso não seja isento) e comparecer ao local no dia da prova. 

Idosos, gestantes e pessoas com deficiência também podem fazer o Enem normalmente. Caso necessitem, existe a possibilidade de solicitar atendimento especial. 

Quem ainda não está no terceiro ano do ensino médio também pode fazer a prova. 

E ao contrário do que muitos pensam, o Enem não é obrigatório para quem terminou o ensino médio.

Faz a prova quem quer aumentar as chances de ingressar no ensino superior. 

Como se inscrever no Enem 

A inscrição no Enem é feita de forma totalmente online e concluída em poucos minutos. Basta estar atento ao período de inscrição divulgado no edital. 

O valor da taxa de inscrição do Enem 2022 é de R$85,00 e deve ser paga até 27 de maio. Depois de gerado o boleto, o candidato pode fazer o pagamento até a data estipulada, caso contrário, ficará de fora do exame. 

Como pedir isenção na inscrição do Enem 

Existem alguns casos onde o candidato pode pedir isenção da taxa de inscrição. Para isso, é preciso: 

  • Estar cursando o último ano do ensino médio em escola pública, o que garante automaticamente a isenção da taxa de inscrição; 
  • Estudar em escola pública ou em escola particular como bolsista e ter renda familiar mensal per capita de até 1,5 salário mínimo; 
  • Estar inscrito no CadÚnico do governo federal, que ampara aqueles que têm renda per capita de 0,5 salário mínimo ou renda total de até 3 salários mínimos. 

Para mais informações sobre o CadÚnico, você pode acessar o site. 

Quais os horários de prova do Enem 2022

Nos dias em que acontecem as provas do Enem, é muito importante se atentar aos horários para não se atrasar e ficar de fora do local de prova. 

Por isso, tenha em mente o cronograma e se programe. Confira abaixo: 

  • 12h00 – abertura dos portões dos locais de prova;
  • 13h00 – fechamento dos portões dos locais de prova;
  • 13h00 às 13h30 – realização dos procedimentos de segurança;
  • 13h30 - início das provas do Enem nos dois dias;
  • 19h00 - término da prova do Enem no primeiro dia;
  • 18h30 - término da prova do Enem no segundo dia. 

Se o candidato quiser sair do local de prova levando o caderno de provas, precisa esperar até 30 minutos antes do horário estipulado como finalização do exame. 

Ou seja, para levar a prova para casa, o candidato precisa ficar no local de prova até às 18h30 no primeiro dia e 18h00 no segundo. 

Como saber o meu local de prova do Enem 

O Inep divulga os locais de prova cerca de um mês antes da realização do exame. E para conferir o seu local de prova, você precisa acessar a página do participante. 

Como o exame acontece em novembro, é comum que os locais sejam informados no mês de outubro, juntamente com o cartão de confirmação de inscrição no Enem. 

Como justificar a ausência no Enem 

Se você pediu isenção da taxa de inscrição do Enem e, por algum motivo, não terá como fazer a prova nos domingos determinados, precisa justificar sua ausência. 

Você pode conferir o passo a passo da justificativa de ausência no site oficial. 

Agora, se você não pediu isenção da taxa de inscrição, não precisa justificar sua ausência.

como é calculada a nota do enem - Quem pode fazer o Enem

Quanto tempo tenho para fazer a prova? 

O Enem é dividido em dois domingos. No primeiro, os candidatos têm 5h30 para responder as questões objetivas e fazer a redação. 

E no segundo domingo, contam com 5h para fazer a prova objetiva. 

O que eu posso levar no dia da prova do Enem 

Existem alguns itens que você pode levar no dia da prova do Enem. Confira abaixo quais são: 

  • Caneta esferográfica preta com tubo transparente;
  • Documento de identificação com foto;
  • Lanche energético;
  • Garrafa d’água transparente e sem rótulo. 

O que eu NÃO posso levar no dia da prova do Enem 

Porém, também existem aqueles que você não pode levar, como por exemplo: 

  • Caneta de outra cor que não preta, ou com tubo não transparente;  
  • Relógio de qualquer tipo;  
  • Lápis, borracha, lapiseira, corretivos, etc.;  
  • Óculos escuros;  
  • Toucas, bonés ou acessórios que cubram a cabeça e o rosto;
  • Celulares, tablets, calculadoras e outros aparelhos eletrônicos;
  • Livros, apostilhas e qualquer conteúdo, impresso ou não.

Por onde começar a estudar para o Enem 2022

Antes de começar a estudar para o Enem, você precisa se informar sobre os conteúdos que serão cobrados no exame e elaborar um plano de trabalho. 

Nós já listamos aqui as matérias que mais caem no Enem, então você pode começar a montar o seu plano a partir desta lista. 

E para montar o seu plano de estudos, vamos dar algumas dicas: 

  • Coloque o estudo como prioridade na sua agenda: faça um cronograma com horários de estudo e os conteúdos de cada um desses horários; 
  • Comece pelos conteúdos que você tem menos familiaridade: assim, você consegue cobrir mais conteúdo durante o tempo de estudo; 
  • Programe os seus momentos de pausa também: isso porque estudar o tempo todo pode acabar fazendo você ficar estressado, cansado e não absorver o que leu; 
  • Durma bem e fique hidratado: além de estudar e preparar o seu cérebro, não esqueça de cuidar do seu corpo. Tão importante quanto estudar é se manter hidratado e descansado; 

Onde consultar as provas anteriores do Enem para estudar 

Uma forma interessante de se preparar para o Enem é estudando a partir das provas de edições passadas. Elas ajudam a ter uma ideia sobre o conteúdo e o tempo para as respostas. 

As questões já aplicadas e seus respectivos gabaritos estão disponíveis na página do Enem. 

Calendário do Enem 2022 

A realização das provas do Enem 2022 será nos dias 13 e 20 de novembro de 2022. 

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC) responsável pela organização das provas, divulga as datas importantes do Exame ao longo do ano.

Confira o cronograma do Enem 2022 divulgado até agora:

  • Inscrições: 10 a 21 de maio
  • Pagamento da inscrição: 10 a 27 de maio
  • Pedido de atendimento especializado: 10 a 21 de maio
  • Pedido de tratamento pelo nome social: 23 a 28 de junho
  • Provas: 13 e 20 de novembro

De acordo com o calendário das edições anteriores, conseguimos ter uma ideia de como e quando vai acontecer a divulgação de todas datas. Estas são as etapas: 

  • Edital – este é o primeiro documento oficial sobre o exame e nele constam todas as informações necessárias sobre o Enem 2022; 
  • Isenção - esta etapa é onde os candidatos pedem a isenção da taxa de inscrição; 
  • Inscrição e pagamento – este é o processo mais importante, onde os candidatos realizam a inscrição no Enem e efetuam o pagamento da taxa (em casos não isentos); 
  • Cartão de confirmação - este documento contém todas as informações sobre o local de prova e horário das provas, e está disponível na página do participante;
  • Prova – esta é a fase em que acontece o exame;
  • Gabarito – em até 3 dias, o Inep divulga o gabarito oficial das questões objetivas;
  • Resultado – a última etapa é o resultado oficial, publicado no site do Inep. 

O que muda no Enem com o Novo Ensino Médio 

Devido à implementação do Novo Ensino Médio, o Enem passará por adaptações.

O novo currículo do ensino médio deve entrar em vigor em 2022 e algumas das principais mudanças serão: 

Essas mudanças não terão impacto direto no Enem pelos próximos anos.

A partir de 2024, o exame ganhará uma nova versão, mais alinhada com o novo ensino médio. 

como é calculada a nota do enem - Por onde comecar a estudar para o Enem

Como entrar na universidade com a nota do Enem 2022

O principal objetivo do Enem já foi avaliar a qualidade da educação brasileira, especialmente do ensino médio. Porém, hoje a nota do Enem serve para muito mais do que isso. 

Ela é a porta de entrada para o ensino superior. Com a nota do Enem você pode concorrer a bolsas em instituições privadas, a vagas na universidade pública e ainda participa de outros programas do governo federal. 

Confira onde a nota do Enem pode ser utilizada: 

  • Sistema de Seleção Unificada (Sisu), onde você concorre a vagas em universidades federais; 
  • Enem como substituto de vestibular, o que já acontece em diversas instituições;
  • Programa Universidade para Todos (Prouni), onde você concorre a bolsas de estudo em instituições de ensino superior privadas;
  • Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), que ajuda estudantes a financiar seus cursos em instituições privadas;
  • Bolsas de instituições privadas, onde a sua nota pode servir como parâmetro para descontos.

Ou seja, se você quiser cursar uma graduação, seja EAD ou presencial, em instituição pública ou privada, é importante ter participado da edição mais recente do Enem. 

Bolsas de estudo com a nota do Enem 

Além de poder ingressar no ensino superior público, o Enem também permite que você concorra a bolsas de estudo em instituições privadas.

Existem duas possibilidades: o Prouni, o Programa Universidade para Todos, e programas próprios de instituições de ensino. 

Prouni 

O Prouni é o Programa Universidade para Todos, ele foi criado em 2004 e garante bolsas de estudo parciais e totais no ensino superior em instituições privadas. 

Para participar do programa, você ter feito o Enem no ano anterior, ter obtido nota de, no mínimo, 450 na média das provas, ter tido pontuação superior a zero na redação e atender aos critérios socioeconômicos. 

Com isso, você concorre a bolsas de estudos de 50% ou 100%, dependendo da avaliação dos critérios socioeconômicos estabelecidos pela faculdade. 

Direto com a faculdade  

Entendendo a importância do exame, diversas instituições de ensino privadas oferecem bolsas e condições especiais para estudantes que se inscreverem com a nota do Enem. 

Aqui na UNIFSA EAD, por exemplo, você pode se inscrever com a sua nota do Enem e garantir uma bolsa de até 100% no semestre. Você não precisa fazer vestibular e pode usar a nota de uma edição do Enem a partir de 2010. 

Confira todas as informações nesta página. 

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Conclusão 

Esperamos que você tenha conseguido tirar suas principais dúvidas sobre como é calculada a nota do Enem e tudo o que envolve o exame. 


Leia também: 

Enem

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

O perigo dos vícios de linguagem para sua redação do Enem

Os vícios de linguagem são desvios de gramática cometidos de forma falada ou escrita de maneira não intencional. 
17 min de leitura

Questões de genética para se preparar para o Enem

Você está preparado para as questões de genética que podem cair no Enem? Então, confira este conteúdo! 
15 min de leitura

O que significa taxonomia [Biologia no Enem]

O estudo da biologia contempla diversos nomes e definições em seu imenso leque estrutural.
23 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Enem