Inscreva-se
Conheça nossos cursos

Cursos

Engenharia de produção: salário, mercado de trabalho e carreira

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Cursos

Engenharia de produção: salário, mercado de trabalho e carreira

Por EAD UNIFSA em Nov 12, 2021 2:48:26 PM | 8 min de leitura

Você sabe qual o salário da engenharia de produção?

Um dos principais aspectos que consideramos na hora de escolher uma profissão é a perspectiva de remuneração e o mercado de trabalho da área, não é mesmo? Na maioria das vezes, esses fatores são decisivos.  

É de conhecimento geral que a área da engenharia oferece um mercado de trabalho extremamente aquecido e em plena expansão. E a engenharia de produção não foge à regra. 

Os formados em Engenharia de Produção encontram diversas possibilidades de atuação profissional e salários atrativos.

A seguir, trazemos mais detalhes sobre a carreira de engenharia de produção. Fique conosco e descubra se essa é a profissão certa para você!

Neste artigo, você vai conferir:
O que é engenharia de produção
O que faz um engenheiro de produção
Áreas e mercado de trabalho da engenharia de produção 
Engenharia de produção: salário 
O perfil de um engenheiro de produção 
Como funciona a faculdade de engenharia de produção
Conclusão

engenharia-de-producao-salario- homem vestido de colete laranja e capacete em ambiente industrial

O que é engenharia de produção

Engenharia de produção é uma área do conhecimento que estuda os sistemas produtivos das organizações. Para isso, analisa os meios e recursos necessários para desenvolver um produto, verifica sua viabilidade e planeja sua produção, logística e distribuição. 

De forma geral, podemos dizer que essa engenharia é responsável pela análise e estudos do processo de produção de bens e serviços. Ou seja, é uma área do conhecimento que entende todas etapas de produção, desde os recursos humanos envolvidos até a tecnologia necessária para movimentar a cadeia produtiva

Isso faz com que a engenharia de produção seja uma área vital para o bom funcionamento e crescimento das empresas e indústrias.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

 

O que faz um engenheiro de produção

Você sabia que toda empresa que possui uma cadeia produtiva necessita de um engenheiro de produção?

Dentro das indústrias e empresas, esse profissional é responsável por garantir a eficiência dos processos produtivos, identificando como aplicar os recursos e manter baixos os custos de produção, organizando os recursos humanos necessários e traçando estratégias de distribuição. 

Para isso, o engenheiro de produção alia habilidades técnicas próprias da engenharia com conhecimentos dos campos da administração, gestão de pessoas e economia. 

Assim, o engenheiro de produção garante um processo produtivo eficiente e lucrativo para as organizações, sendo um profissional chave para o sucesso de qualquer instituição.

Áreas e mercado de trabalho da engenharia de produção 

Por ser um curso abrangente, o formado em Engenharia de Produção encontra diversas oportunidades de acordo com sua afinidade profissional.

Organizações de atividades industriais, agrícolas e comerciais, além de órgãos públicos, contratam engenheiros de produção para a administração de seus processos de produção, de qualidade e de recursos. 

Entre outros campos, esse profissional pode atuar em finanças, telecomunicações, informática, recursos hídricos e energia, setores que têm apresentado crescimento no Brasil.

Assim, o engenheiro de produção pode oferecer seus serviços em empresas de diversos tipos, desde fábricas até comércios, sempre oferecendo novas soluções para os problemas encontrados.

engenharia-de-producao-salario- mulher escrevendo em quatro branco e homem observando a ação ao seu lado

Confira as principais áreas de atuação da engenharia de produção:

Desenvolvimento de Produto

Campo responsável pelo planejamento e lançamento de um produto no mercado, identificando as melhores estratégias para garantir a eficiência na produção e a lucratividade. 

Planejamento e controle da produção

Área responsável pelo controle de fabricação de produtos, identificando os recursos necessários para produção de determinado bem, trabalhando com sistemas de compra e estoque, com a programação de máquinas e até com gerenciamento de equipes.

Gastos e lucros

Todo o sistema produtivo envolve uma série de custos. Essa área é que estuda como entregar um produto de qualidade, atendendo todas as necessidades para as quais foi projetado e com o menor custo possível.

Segurança no trabalho

Essa é a área responsável pelo desenvolvimento de planos de ação para que as atividades que demandam recursos humanos sejam desenvolvidas com bem-estar, segurança e conforto.   

Logística e distribuição

Esse é o campo que planeja as estratégias de logística e distribuição. Além de garantir o transporte da mercadoria, o objetivo é garantir que não haja perda de insumos ou outros prejuízos antes que o produto chegue ao consumidor.

Principais softwares 

Os engenheiros de produção utilizam diversos softwares para auxiliar nos processos de desenvolvimento de produtos e planejamento de linhas de produção. 

Confira abaixo os mais utilizados:

Excel: ferramenta que possibilita a criação de tabelas e até planilhas automatizadas para procedimentos complexos. É visto com destaque nas áreas de Planejamento, Programação e Controle da produção, Gestão da qualidade e Pesquisa Operacional. 

Minitab: software focado em análises estatísticas mais complexas, mas com interface de fácil visualização. Recursos: controle de qualidade, planejamento de experimentos, análise de confiabilidade e estatística em geral. 

SolidWorks: software utilizado para projetação de produtos. Recursos: simulação de resistência, durabilidade, entre outras características. 

Lingo: software de modelagem e resolução de problemas lineares e não-lineares para potencializar técnicas de otimização, resolução de problemas e análise de soluções. 

ARENA: ambiente gráfico para modelagem de processos, animação, análise estatística e análise de resultados. Pode ser utilizado como simulador, principalmente para área de manufatura. 

Engenharia de produção: salário

O portal Educa Mais Brasil levantou os salários do engenheiro de produção de acordo com nível hierárquico e porte da empresa em que o profissional trabalha. As informações foram retiradas do SINE - Site Nacional de Empregos. 

Confira:

Pequena Empresa

Trainee: R$ 2.824,19

Junior: R$ 3.530,24

Pleno: R$ 4.412,80

Senior: R$ 5.516,00

Master: R$ 6.895,00

Média Empresa

Trainee: R$ 3.671,45

Junior: R$ 4.589,31

Pleno: R$ 5.736,64

Senior: R$ 7.170,80

Master: R$ 8.963,50

Grande Empresa

Trainee: R$ 4.772,88

Junior: R$ 5.966,10

Pleno: R$ 7.457,63

Senior: R$ 9.322,04

Master: R$ 9.322,04

O perfil de um engenheiro de produção

De forma geral, os engenheiros de produção são profissionais de raciocínio lógico e com habilidades para resolver cálculos matemáticos.

Contudo, na área de produção, além das habilidades com números, é preciso se interessar por temas como administração e economia. Afinal, essa área engloba conhecimentos desses campos do conhecimento. 

Dessa forma, além de possuir afinidade com o campo das exatas, é essencial ter interesse também por outros assuntos para ingressar no curso.

Como funciona a faculdade de Engenharia de Produção 

engenharia-de-producao-salario - homem jovem sentado com computador apoiado nas pernas

Abaixo, trazemos as principais informações sobre a faculdade de engenharia de produção. Confira:

Modalidade da graduação

O faculdade de Engenharia de Produção pode ser cursada em três modalidades:

  • Presencial

O curso presencial é o mais tradicional e um dos mais conhecidos. 

Nesse modelo, todas as aulas e atividades são realizadas presencialmente, com a necessidade de ir até o polo físico da instituição de ensino.

  • EAD

O EAD é um formato que vem crescendo bastante.

Nele, todas as aulas e atividades acadêmicas acontecem no ambiente virtual, tornando indispensável a presença física dos estudantes nos polos da universidade. 

Essa modalidade vem ganhando popularidade principalmente pela flexibilidade que oferece, possibilitando assistir às aulas quando e de onde quiser. 

Para quem trabalha e leva rotina agitada, essa é uma das melhores modalidades para conciliar todas as atividades. 

  • Semipresencial

O semipresencial é uma junção dos modelos citados acima, combinando aulas online e encontros presenciais.

É um modelo intermediário, ideal para quem ainda está se adaptando às novas tecnologias, mas não abre mão de certa autonomia e flexibilidade. 

  • Duração do curso 

O curso de Engenharia de Produção tem cinco anos de duração. 

Grade curricular de Engenharia de Produção 

Confiras as principais disciplinas do curso de Engenharia de Produção:

  • Geometria Analítica e Álgebra Linear
  • Cálculo Diferencial e Integral
  • Estatística e Probabilidade
  • Algoritmos e Cálculo Numérico
  • Fenômenos de Transporte
  • Equações Diferenciais
  • Física: Eletricidade, Óptica, e Termodinâmica
  • Resistência dos Materiais
  • Materiais de Construção Mecânica
  • Sistemas de Produção
  • Controle Estatístico de Processos
  • Engenharia do Produto
  • Processos de Fabricação
  • Gestão de Custos Industriais
  • Engenharia de Métodos
  • Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informações Gerenciais
  • Gestão Ambiental
  • Metrologia e Desenho Assistido por Computador
  • Engenharia de Manutenção e Confiabilidade
  • Planejamento e Controle da Produção
  • Comportamento Humano nas Organizações
  • Automação Industrial e Sistemas de Manufatura
  • Logística e Suprimentos

Estágio 

Na faculdade de Engenharia de Produção, o estágio é obrigatório para a conclusão do curso e obtenção do diploma. 

O estágio é feito nas etapas finais do curso, quando o estudante já tem todos os mecanismos para aplicar seus conhecimentos. Sua atuação é supervisionada por um professor.  

TCC 

Os estudantes de Engenharia de Produção devem produzir e apresentar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) para concluir a graduação e obter o diploma. 

O TCC de Engenharia de Produção consiste em um projeto desenvolvido pelo estudante. Para realizá-lo, ele terá a orientação de um professor da graduação e um período de um semestre para sua conclusão. 

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre a carreira de engenharia de produção, trazendo detalhes sobre o mercado de trabalho, salário e estudos na área. 

Se você se interessou pela profissão, não deixe de conferir o curso de Engenharia de Produção Semipresencial do UNIFSA. 

O UNIFSA prepara você para o mercado de trabalho oferecendo programas e projetos que fortalecem o seu aprendizado e o colocam em contato com as demandas da sociedade. 

Conheça nossas ofertas de bolsas de estudos e comece hoje mesmo sua carreira na engenharia de produção! 

New call-to-action

Cursos

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

Acelere sua carreira em TI com um curso de telecomunicações

Você já pensou em aprofundar seus conhecimentos em TI (Tecnologia da Informação) com um curso de telecomunicações? A ...
8 min de leitura

Por que o curso de rede de computadores EAD fará você se destacar

Já pensou em cursar algo que permite uma atuação técnica ligada à tecnologia? Então, conheça o curso de Rede de ...
16 min de leitura

Curso de Letras EAD: como funciona, habilitações e mercado de trabalho

Você já pensou em fazer o curso de Letras EAD? 
9 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Cursos