Inscreva-se
Conheça nossos cursos

Mercado de Trabalho

Faz ou fazem: qual é o jeito certo?

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Mercado de Trabalho

Faz ou fazem: qual é o jeito certo?

Mariana Bortoletti
Por Mariana Bortoletti em Nov 18, 2021 5:23:31 PM | 23 min de leitura

A resposta para a pergunta “faz ou fazem?” depende da intenção de quem fala ou escreve. 

Isso porque as duas palavras existem na língua portuguesa, mas são usadas como verbos pessoais ou impessoais, no singular ou no plural, dependendo do que você quer dizer. 

  • O verbo “faz”, conjugado na 3ª pessoa do singular e indicativo, é usado quando você quer indicar que alguém ou algo tomou uma ação. Nesse caso, ele é um verbo pessoal, pois está sendo usado em conjunto com um pronome pessoal. 

Por exemplo: “ela faz parte da comunidade” ou “ele faz questão de tomar partido”. 

  • Porém, o "faz” também pode ser usado para indicar passagem de tempo ou clima, atuando como verbo impessoal, já que não referencia um pronome pessoal. Nesse caso, independentemente do número do sujeito, o verbo continua no singular. 

Por exemplo: “faz dois anos que não o vejo” e “sempre faz sol depois da chuva”. 

  • Por sua vez, o “fazem” é o verbo fazer conjugado na 3ª pessoa do plural e indicativo. Ele é usado quando quer se referenciar mais de um sujeito tomando uma ação e é um verbo pessoal. 

Por exemplo: “eles fazem dessa casa um lar” e “elas fazem exercícios de manhã”. 

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Ainda confuso? Então, continue lendo porque vamos falar um pouco mais sobre o "faz ou fazem" neste artigo. 

Aqui, vamos conversar sobre o que são verbos pessoais e impessoais, qual é a diferença entre "faz ou fazem", como essa dúvida pode influenciar na redação do Enem e como você pode treinar para nunca mais errar. 

Você vai conferir: 

A diferença entre usar "faz" ou "fazem" 
Os erros mais comuns no uso de "faz" ou "fazem" 
A diferença entre verbo pessoal e verbo impessoal 
Como os erros de português prejudicam sua redação do Enem 
10 Exercícios sobre o uso de "faz" ou "fazem" para praticar para o Enem
Conclusão

A diferença entre usar "faz" ou "fazem" 

Como vimos acima, a diferença entre o "faz ou fazem" é a intenção, ou seja, o que você quer dizer. 

Se você quer falar sobre uma ação que alguém está tomando, o correto é dizer que “ele faz” ou que “eles fazem” alguma coisa. 

Agora, se você quer falar sobre uma determinada quantidade de tempo ou condição climática, usa apenas a forma singular do verbo, o “faz”. 

Quando usar o "faz"

Existem duas situações onde você pode usar o “faz” e elas dependem do que você quer dizer. Isso porque o verbo “fazer” pode assumir posição como um verbo pessoal ou um verbo impessoal. 

Enquanto verbo pessoal, o “fazer” indica uma ação que um sujeito, um pronome pessoal, toma. Alguns exemplos de uso correto do verbo, de maneira pessoal, são estes: 

  • Ela faz pilates todos os dias depois do trabalho; 
  • Ele faz questão de ter uma opinião; 
  • Ela faz parte de um clube de natação; 
  • Ele faz isso sempre que é contrariado. 

Porém, enquanto verbo impessoal, o “fazer” se refere à ideia de tempo transcorrido, nesse caso ele é sempre usado no singular, na forma “faz”. Veja alguns exemplos: 

  • Eu cheguei aqui faz mais de 20 minutos; 
  • Faz dois meses que nós somos casados; 
  • Faz dias que está chovendo cântaros; 
  • Faz dois anos que eu não a vejo. 

Como você pode perceber, apesar de o “faz” ser apenas uma palavra, ela pode ser utilizada em dois casos diferentes.

Agora, vamos falar sobre a versão no plural desse verbo conjugado.

Faz ou fazem - jovem estudando para o enem

Quando usar o "fazem" 

Enquanto o “faz” pode ser a forma conjugada do verbo a ser usada tanto como pessoal quanto como impessoal, o “fazem”, o verbo “fazer”, conjugado na 3ª pessoa do plural no indicativo, só pode ser usado como verbo pessoal. 

Ou seja, o “fazem” indica uma ação que duas ou mais pessoas toma. Como nos exemplos abaixo: 

  • Minhas amigas fazem muito barulho em sala de aula; 
  • Os pais do meu namorado fazem uma viagem todo ano; 
  • Elas fazem uma caminhada toda manhã; 
  • Eles fazem um monte de coisas antes de ir para a faculdade. 

E apesar da diferença entre eles, ainda existem muitos erros no uso do "faz ou fazem", que é o que veremos na sequência. 

Os erros mais comuns no uso de "faz" ou "fazem" 

Sem sombra de dúvida, o erro mais comum de uso do "faz ou fazem" é confundir sua forma pessoal com impessoal.

Os verbos usados na forma impessoal continuam no singular, independentemente do número do sujeito. 

Porém, muitas pessoas ainda lembram da regrinha que aprendemos de que o verbo precisa "combinar" com o sujeito, então acabam utilizando a forma plural do “fazer”, o “fazem”, para indicar mais de um (1) período de tempo decorrido. 

Algumas das formas erradas usadas são: 

  • Fazem dois dias que não para de chover; 
  • Fazem dois meses que eu me formei na escola; 
  • Fazem anos que meu pai faleceu; 

Como podemos perceber, utilizar o verbo “fazem” dessa maneira é errado, já que ele está sendo utilizado como verbo pessoal e o verbo pessoal não é usado no plural. 

A diferença entre verbo pessoal e verbo impessoal 

Falamos bastante até aqui sobre os verbos pessoais e impessoais, então vamos explorar a diferença entre eles.

Os verbos pessoais são utilizados em referência à pronomes pessoais, ou seja, quando eles estão indicando algo relativo a um sujeito (pessoas, plantas, animais, etc.). São aqueles verbos que se conjugam em todas as pessoas. 

Alguns exemplos são: 

  • Fazer 
  • Comer 
  • Andar 
  • Lavar 
  • Brincar 

Enquanto isso, os verbos impessoais exprimem fenômenos da natureza e passagem de tempo e apenas são conjugados na 3ª pessoa do singular. Alguns exemplos são: 

  • Chover 
  • Trovejar 
  • Ventar 
  • Fazer 
  • Haver 

Aliás, quanto ao verbo “haver”, é importante dizer que ele é utilizado como impessoal quando significa “existir”. 

Como os erros de português prejudicam sua redação do Enem 

Para corrigir a redação do Enem, os avaliadores levam em conta cinco competências. Cada uma delas vale 200 pontos e rege um aspecto. 

A competência que aborda erros de português é a competência 1. 

Segundo a Matriz Referência do Enem, essa competência avalia o seguinte ponto: demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa. 

Para ter uma boa pontuação na competência 1, o candidato precisa aplicar alguns itens linguísticos de maneira correta, como a crase, concordância, regência, colocação pronominal e pontuação. 

E nessa competência é onde os candidatos cometem mais erros e saem prejudicados.

 faz ou fazem - como os erros de português prejudicam a nota da redação do enem

10 Exercícios sobre o uso de "faz" ou "fazem" para praticar para o Enem 

E agora, depois que você já entendeu o que determina o uso do "faz ou fazem", que tal treinar um pouco com algumas questões retiradas de provas reais?

Elas estão dispostas abaixo e você pode conferir os resultados na conclusão deste artigo: 

 

1 - (CESCEM–SP) Já ___ anos, ___ neste local árvores e flores. Hoje, só ___ ervas daninhas. 

  1. a) fazem, havia, existe
  2. b) fazem, havia, existe
  3. c) fazem, haviam, existem
  4. d) faz, havia, existem
  5. e) faz, havia, existe

 

2 - (FGV) Nas questões abaixo, ocorrem espaços vazios. Para preenchê-los, escolha um dos seguintes verbos: fazer, transpor, deter, ir. Utilize a forma verbal mais adequada. 

  1. a) Se ___ dias frios no inverno, talvez as coisas fossem diferentes.
  2. b) Quando o cavalo ___ todos os obstáculos, a corrida terminará.
  3. c) Se o cavalo ___ mais facilmente os obstáculos, alcançaria com mais folga a linha de chegada.
  4. d) Se a equipe econômica não se ___ nos aspectos regionais e considerar os aspectos globais, a possibilidade de solução será maior.
  5. e) Caso ela ___ ao jogo amanhã, deverá pagar antecipadamente o ingresso.

 

3 - (UFMA) Indique a alternativa que preenche adequadamente as lacunas da frase: 

“___ anos que o homem se pergunta: se não ___ medos, como ___ esperanças?” 

  1. a) Faz, houvesse, existiriam
  2. b) Fazem, houvesse, existiriam
  3. c) Faz, houvesse, existiria
  4. d) Fazem, houvessem, existiriam
  5. e) Faz, houvessem, existiria.

 

4 - (Cesgranrio) Tendo em vista as regras de concordância, assinale a única opção em que a forma entre parênteses completa corretamente a lacuna da frase. 

  1. a) ___ ,na verdade, diferentes motivos responsáveis pela nossa dependência tecnológica. (existe)
  2. b) É indispensável que se ___ entre pesquisas científicas e aspirações da comunidade uma estreita vinculação. (mantenham)
  3. c) A força de certos mecanismos ___ com que as pesquisas nos países pobres girem em torno de interesses dos países ricos. (fazem)
  4. d) ___ combinar-se engenho e habilidades dos homens para a resolução dos problemas específicos da comunidade. (devem)
  5. e) É preciso que tanto o desenvolvimento científico quanto o tecnológico ___ primeiramente em conta o fator cultural. (leve)

 

5 - (Unirio) Em que item há um erro de concordância verbal: 

  1. a) Esta pessoa foi uma das que mais discutiu o caso.
  2. b) Eu com o meu amigo Paulo entramos na sociedade.
  3. c) Fazem dois meses que o visitei.
  4. d) Fui eu quem apresentei esta solução.
  5. e) Não podem existir muitos candidatos a esse ponto.

 

6 - (FURRN) Ora, ___ meses que não ___ na escola fatos como aquele que até agora nos ___. 

  1. a) faz, ocorrem, perturbam
  2. b) fazem, ocorre, perturbam
  3. c) fazem, ocorre, perturba
  4. d) faz, ocorre, perturbamos
  5. e) faz, ocorrem, perturba

 

7 - (UFPE) Marque a alternativa em que a concordância verbal contraria a norma culta: 

  1. a) Ouviram‑se as notícias mais desencontradas.
  2. b) Trata‑se de questões muito sérias.
  3. c) Faziam anos que o país não escolhia democraticamente o presidente.
  4. d) Poderá haver comentários positivos quanto à eleição.
  5. e) Deveriam existir situações menos constrangedoras.

 

8 - (Banco do Brasil) Verbo deve ir para o plural: 

  1. a) Organizou-se em grupos de quatro.
  2. b) Atendeu-se a todos os clientes.
  3. c) Faltava um banco e uma cadeira.
  4. d) Pintou-se as paredes de verde.
  5. e) Já faz mais de dez anos que o vi.

 

9 - (Vunesp) Assinale a alternativa em que a concordância verbal está correta. 

  1. a) Haviam cooperativas de catadores na cidade de São Paulo.
  2. b) O lixo de casas e condomínios vão para aterros.
  3. c) O tratamento e a destinação corretos do lixo evitaria que 35% deles fosse despejado em aterros.
  4. d) Fazem dois anos que a prefeitura adia a questão do lixo.
  5. e) Somos nós quem paga a conta pelo descaso com a coleta de lixo.

 

10 - (UFRJ) Assinale a opção em que a norma culta da língua admite só uma concordância verbal: 

  1. a) A maioria das pessoas, aqui, não sabe do que está falando.
  2. b) Um e outro protestaram contra a derrubada de eucaliptos.
  3. c) Defendiam o meio ambiente a comunidade e o vigário.
  4. d) Não faz falta nenhuma o eucalipto e os cupins.
  5. e) Iam dar seis horas no relógio da praça.

Conclusão 

Confira as respostas das questões: 

1 – D (faz, havia, existem) 

2 – A sequência correta é: fizessem, transpuser, transpusesse, detiver e vá. 

3 – A (faz, houvesse, existissem) 

4 – D 

5 – C 

6 – A (faz, ocorrem, perturbam)

7 – C 

8 – D 

9 – E 

10 – E 

 

Leia também: 

Como treinar redação para o Enem e vestibular: sites, apps e dicas 

3 dicas de português para o vestibular: afim ou a fim, haver ou a ver e onde e aonde 

Aprenda a regra do hífen e não erre mais nas redações 

Guia de ciências da natureza no Enem 

Mercado de Trabalho

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Sustentabilidade e desenvolvimento social não são uma moda passageira. Eles já impactam os processos de organizações de ...
23 min de leitura

O que é Economia Criativa e como trabalhar na área

A economia criativa é um setor da economia relacionado ao entretenimento e à cultura. 
14 min de leitura

Millennials e Geração Z: o que o profissional de marketing precisa saber

Nos últimos anos, muito se tem ouvido sobre Millennials e Geração Z. Mas você sabe como esses dois grupos afetam a ...
16 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Mercado de Trabalho