<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

A maternidade é uma fase transformadora na vida de qualquer mulher. Poder participar do seu desenvolvimento do seu filho, escutar as primeiras palavras, ver os primeiros passinhos se tornam prioridades durante a maternidade e a vida profissional, algumas vezes, acaba entrando em “piloto automático”.

Para as mulheres que pensam em mudar de carreira, a maternidade pode ser um despertar pois, durante essa fase muitas passam a descobrir novas habilidades, vocações e nasce um desejo enorme de ampliar os seus horizontes.

Se isso também acontece com você, deve estar se perguntando, como mudar de carreira agora? Afinal, investir numa nova profissão vai custar tempo e uma dedicação que no momento está voltada para a família.

Conciliar a maternidade com vida profissional é desafiador, mas não impossível. A verdade é que nem sempre é preciso optar pela carreira ou pela maternidade, conciliar as duas é possível e muitas mães já descobriram isso.

Se você quer saber como mudar de carreira e o que é preciso considerar antes de dar esse passo tão importante continue a leitura. Neste post você vai encontrar a resposta e receber dicas de como mudar de carreira e como conciliar vida profissional e maternidade.

mae trabalhando com criança

Desenvolva o autoconhecimento

Para descobrir se esta é a hora certa de mudar de carreira, o primeiro passo é fazer seu autoconhecimento. Durante esse processo você conseguirá desenvolver melhor a percepção de si mesma e analisar suas prioridades.

É muito importante verificar se realmente deseja mudar de profissão ou se está apenas cansada devido às mudanças de rotina e o acúmulo de funções.

Compare suas escolhas de antes da maternidade até o momento atual e analise-as. Não se preocupe, é normal que algumas prioridades terem mudado após o nascimento dos filhos.

Analise o que a faz feliz e o que a faz triste na atual profissão, quais são os seus objetivos de vida e o que você precisa fazer para alcançá-los. Identifique o que gosta de fazer e o que não gosta, ou seja, adquira consciência sobre as suas preferências e competências.

Ao desenvolver o autoconhecimento você terá uma visão mais clara do tipo de profissional que você é e do que precisa aprimorar. Muitas vezes, por falta de autoconhecimento muitas pessoas se tornam desmotivadas e improdutivas no trabalho.

Para que isso não aconteça com você, analise também quais são suas habilidades, seus pontos fortes e suas fraquezas, seus sonhos, limitações, medos e suas expectativas de vidas. Pense naquilo que te deixa motivada todos os dias, quais atividades você se sente mais produtiva e quais não deixa.

Alcançar o autoconhecimento não é algo que vem do dia para a noite, demanda tempo e reflexão. Se precisar busque ajuda com psicólogos ou coaching, esses profissionais disponibilizam ferramentas e técnicas que podem ajudar você a se autoconhecer.

Analise as vantagens e desvantagens

 Tomar uma decisão precipitada ou que não seja a mais adequada no momento pode ser frustrante e acabar te prejudicando.

A mudança de carreira é desafiadora, pode trazer benefícios e vantagens, mas precisa ser muito bem pensada antes. Portanto, faça um planejamento e analise bem sua vida profissional para descobrir o que realmente está levando você a pensar em como mudar de carreira.

Olhe seus prós e contras para continuar na atual profissão e compare-os com os prós e contras para sair. Comece respondendo, por exemplo:

  • É a hora certa de uma mudança de profissão e por quê?
  • Meu emprego atual oferece condições para me dedicar a maternidade e carreira profissional?
  • Eu estou estimulada o suficiente para continuar nessa profissão?
  • Eu quero trabalhar mais horas e receber mais ou diminuir minha carga horária e me dedicar a família?
  • Terei tempo para conciliar vida profissional com familiar?
  • Vou perder mais se sair ou se eu ficar na atual carreira?
  • A empresa que almejo entrar oferece algum tipo de benefícios às mães como menor carga horária de trabalho?
  • Qual salário que pretendo receber?

Responda a essas perguntas, depois analise se realmente essa é a hora certa de mudar ou se você está apenas passando por uma fase de incertezas e inseguras devido a sensibilidade da maternidade. Depois de analisar os prós e contra, converse com seus familiares. É importante envolvê-los nesta decisão, afinal, você vai trocar de rotina e eles também serão impactados com estas mudanças.

Destaque a importância que mudar de profissão tem para você nesse momento e o que te levou a tomar essa decisão. Converse e escute a opinião deles, mas lembre-se: esta é uma decisão muito pessoal, de nada adianta ter várias vantagens no emprego atual, mas estar infeliz consigo mesma.

mae-e-filho-estao-posando-no-estudio-e-vestindo-roupas-casuais_1328-2348

Busque conhecimento e informação         

Se você está certa de que mudar de carreira é a opção correta, então comece buscando conhecimento e informação sobre a área que quer seguir. Quando pensamos em como mudar de carreira, é importante planejar a mudança de forma correta e o mais cedo possível.

Comece avaliando seu currículo, verifique se seus cursos de especialização ainda são válidos ou se sua formação acadêmica está de acordo com a nova carreira.

Senão, considere a possibilidade de voltar a estudar. Uma nova profissão requer formação especializada ou atualizações. Dependendo do trabalho almejado, você precisará fazer uma nova graduação ou uma pós-graduação.

Se você está interessada em uma área específica, dedique-se a conhecê-la na prática. Procure participar de palestras, feiras e seminários com profissionais da área; leia sites, blogs ou revistas que abordam as tendências do setor.

Quem sabe agora essa não seja a hora de trocar de área e investir na profissão tão sonhada de quando criança. Por exemplo, você tinha o sonho de ser professora, mas optou por seguir os negócios da família, agora é a hora de investir na graduação em licenciatura.

Ou se ainda não possui um diploma do ensino superior, pode optar em fazer uma faculdade de bacharelado e, se tiver o espírito de empreendedora, abrir seu próprio negócio.

Investir em educação antes de seguir a nova área de atuação garante que a mudança de carreira seja menos brusca, minimiza as chances de erro, adquire uma estrutura qualificada e garante que a transição ocorra de uma forma correta.

Agora, se você ainda tem dúvidas de qual carreira seguir, use a internet a seu favor: procure por cursos rápidos online, palestras, workshops e leituras a respeito da sua nova área de atuação.

Aproveite para pesquisar sobre as melhores profissões para mulheres que conciliam maternidade e carreira, analise o mercado de trabalho, carga horário, salário e quais os benefícios oferecidos por lei.

Considere fazer um curso a distância

Se você está convencida que investir em educação é fundamental na hora de mudar de profissão, saiba que o ensino a distância é um poderoso aliado quando falamos de maternidade e faculdade.

A principal vantagem do estudo a distância é flexibilidade e a praticidade, ou seja, você não precisa frequentar a sala de aula todos os dias.

Você pode assistir às aulas em casa sem se preocupar com horários fixos de chegada e saída, assim consegue conciliar as aulas com horários de amamentação ou cuidados com os filhos.

Com a rotina corrida você pode acabar ficando um ou dois dias sem estudar, mas não se preocupe, todo o conteúdo de estudo fica disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana na plataforma virtual.

Para estudar, você só precisa de um computador ou tablet com conexão a internet e, claro, um tempo que seja dedicado a isso que pode ser de manhã, de tarde ou até mesmo de madrugada e poderá assistir as aulas mais de uma vez se precisar.

Isso sem falar da biblioteca virtual, que estará disponível 24 horas por dia e uma equipe profissional para tirar dúvidas e dar suporte e orientações durante os estudos.

Se você tem dúvidas sobre o diploma, saiba que não existe diferença entre os diplomas emitidos pelos cursos presenciais ou a distância. Portanto, o diploma da faculdade EAD tem o mesmo peso que o diploma do curso presencial. Ambos têm a mesma validade para comprovação de título em todo o território nacional.

Outro fator importante é a economia de dinheiro que o EAD traz. Em média, as mensalidades dos cursos a distância chegam a ser até 50% mais barato comparado ao método presencial. Isso acontece porque na modalidade EAD, as universidades não precisam de grandes estruturas para disponibilizar os cursos, mas apenas de polos para os encontros presenciais.

Ainda falando de economia, no ensino a distância você não gasta com deslocamento até a faculdade e alimentação fora de casa, despesas essas que parecem pequenas, mas somadas fazem uma grande diferença no final do mês.

Contenha gastos ou faça uma reserva financeira

Pense também no lado financeiro. Além de estar preparada emocionalmente, a situação financeira deve ser levada em consideração na hora de mudar de carreira.

Lembre-se, resultados indesejados podem acontecer, então, esteja preparada. Além disso, há a necessidade de estar preparada para a possibilidade de ganhar menos do que se recebe atualmente — pelo menos no início da nova profissão.

Ter uma reserva financeira é a melhor forma de encarar uma nova carreira com tranquilidade e se manter durante o tempo de transição O ideal é que a reserva sirva para mais ou menos 1 ano.

Sabemos que com a chegada filhos as despesas dobram, então o ideal é que você faça um diagnóstico financeiro, para saber exatamente quanto recebe e gasta por mês. Com o diagnóstico em mãos, você vai saber onde pode economizar dinheiro para fazer sua reserva financeira e dar iniciar a nova carreira.

Se tiver dívidas, se planeje para acabar com elas imediatamente e procure não fazer investimentos arriscados ou empréstimos. Se seu plano for fazer uma nova faculdade, mesmo que seja para iniciar no próximo ano, comece a economizar desde agora.

Quanto antes você começar a economizar, melhor será, afinal, mesmo pequenas quantias poupadas mensalmente fazem grande diferença em médio e a longo prazo.

Converse com outros profissionais da área de interesse

Se você já tem em mente a carreira que quer seguir, então dedique-se a conhecê-la na prática para isso você vai precisar ter paciência, informação e orientação.

Procure conversar com profissionais que atuam na área escolhida, isso vai te ajudar a esclarecer dúvidas, eliminar mitos e entender como é a verdadeira realidade da profissão. Quanto mais bem informado estiver sobre a nova carreira, menores serão as chances de erros.

Se possível, visite universidades ou faculdades e converse também com professores e coordenadores do curso, fale sobre sua decisão de mudar de profissão e sobre a maternidade, eles poderão te dar dicas e conselhos nessa fase de escolha.

Não tenha vergonha de ser curiosa e durante a conversa faça perguntas como: média salarial, como é o dia a dia da profissão e o que fez o profissional escolher essa área de atuação.

Além de adquirir conhecimento, uma conversa produtiva com profissionais da área pode trazer incentivo e ajudar a construir uma rede de contatos, o que é fundamental nesse momento.

Use e desfrute de seu networking. O networking, quando usado com eficiência, pode ser decisivo na hora de mudar de profissão ou simplesmente se tornar um profissional de destaque na sua área de atuação.

Mas, caso não conheça ninguém que trabalhe na área para conversar, a internet é uma ótima aliada na hora de aprender sobre profissão, pois muitos profissionais fazem relatos de experiência em fóruns de discussão, notícias, vídeos etc.

Já sabemos que ser mãe não é mais um obstáculo para quem quer mudar de carreira. No entanto, é evidente que não é uma decisão que pode ser tomada do dia para a noite, exige muito planejamento, dedicação e força de vontade.

Pensar em como mudar de carreira e conciliar com a maternidade pode te deixar com frio na barriga, mas com certeza vai trazer muitas alegrias. O importante é que você se sinta satisfeita com as suas escolhas e nunca deixe de buscar conhecimento, crescimento profissional e pessoal.

Agora que você já conhece os desafios de mudar de carreira é a hora de saber qual a profissão mais combina com você. Para isso leia nosso artigo: Qual profissão combina comigo? Um checklist para tirar suas conclusões!

 

blog ead unifsa

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT