Inscreva-se
Conheça nossos cursos

EAD

Quer construir um mundo melhor? Conheça a Pós em Direitos Humanos

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

EAD

Quer construir um mundo melhor? Conheça a Pós em Direitos Humanos

Por EAD UNIFSA em Nov 12, 2021 5:16:55 PM | 16 min de leitura

Os direitos humanos são uma série de leis, diretrizes, princípios e outras medidas que visam proteger a dignidade humana de qualquer discriminação. Logo, uma pós em Direitos Humanos explora esses temas.

New call-to-action

O Brasil é um país continental e enfrenta desafios para promover a igualdade de direitos diante da imensa diversidade cultural, social e religiosa do país. 

O especialista em Direitos Humanos, ou seja, a pessoa que faz uma pós na área, tem parte importante nessa missão. 

Neste conteúdo, vamos falar sobre o que é a pós em Direitos Humanos, o que se estuda e quem pode fazer. 

Você vai conferir: 

O que são os direitos humanos 
O que faz um profissional de Direitos Humanos 
Por que apostar em uma pós-graduação em Direitos Humanos na sua carreira 
Quem pode fazer uma pós-graduação em Direitos Humanos 
Como funciona uma pós-graduação em Direitos Humanos 
Onde fazer a sua pós em direitos humanos? 
Conclusão 

O que são os Direitos Humanos  

Direitos humanos é um termo que se refere a uma série de direitos básicos que asseguram todo e qualquer ser humano, não importando sua classe, raça, nacionalidade, cultura, religião, profissão, gênero ou orientação sexual. 

Esse conjunto de direitos básicos é um instrumento de proteção social que busca promover condições de vida dignas para todos os cidadãos. 

Segundo a ONU, a Organização das Nações Unidas, os direitos humanos são “garantias jurídicas universais que protegem indivíduos e grupos contra ações ou omissões dos governos que atentem contra a dignidade humana”. 

Isso significa que os direitos humanos estão bastante ligados à democracia, já que, em sua maioria, é em governos ditatoriais que vemos maiores violações aos direitos básicos dos cidadãos. 

Os direitos humanos são garantias que se modificam ao longo do tempo, adaptando-se às necessidades de cada momento histórico. 

A Declaração Universal dos Direitos Humanos 

O que conhecemos como Direitos Humanos hoje surgiu com a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada durante a Assembleia Geral das Nações Unidas em 1948. 

No período de duração da Segunda Guerra Mundial, aconteceram muitas violações aos direitos individuais, opressão e discriminação. Algo que motivou a formação da Organização das Nações Unidas após o fim do conflito. 

O objetivo da criação da ONU era trazer paz novamente a todas as nações do mundo e impedir que uma guerra nas mesmas proporções estourasse no futuro. 

Por isso, nessa época, foi criada uma comissão para redigir um documento onde estariam dispostos os direitos que toda pessoa no mundo deveria ter. A comissão foi liderada por Eleanor Roosevelt. 

O documento criado na comissão é a Declaração dos Direitos Humanos. Ela é formada por 30 artigos que falam sobre direitos que não podem ser cedidos e que devem garantir justiça, liberdade e paz mundial. 

Entre os direitos garantidos pela Declaração, destacamos: 

  • O direito de ser tratado com igualdade perante as leis; 
  • O direito de não ser escravizado; 
  • O direito de ter liberdade de pensamento e participação política; 
  • O direito ao lazer, educação, cultura e ao trabalho livre e remunerado; 
  • Direito à livre expressão política e religiosa. 

Hoje, a Declaração Universal é assinada pelos países que fazem parte das Nações Unidas e, mesmo que não tenham força de lei, os direitos que compõe a declaração servem como base para tratados internacionais e constituições. 

O que faz um profissional de Direitos Humanos 

Quando você é um especialista em direitos humanos e quer atuar no Brasil, pode trabalhar em secretarias municipais, estaduais e federais, em organizações não-governamentais (ONGs) e outras instituições de cunho semelhante. 

Além disso, a sua atuação dentro dessa área depende da sua formação anterior. 

Por exemplo, se você tem formação em Direito, pode atuar como juiz de execução penal ou dentro do Ministério Público e Defensoria Pública.

Nesses casos, sua atuação poderia ser aplicada à fiscalização do correto cumprimento de penas, visitando presídios e garantindo que os direitos daqueles atingidos pela perda de liberdade estão sendo cumpridos. 

Ainda no campo do Direito, você pode atuar em organizações que se ocupam de fazer valer os direitos de vítimas e familiares de vítimas de crimes violentos. 

Ser um especialista em Direitos Humanos sempre vai permear o campo do Direito, porém você pode atuar em outras frentes, dependendo da sua formação anterior e interesses, como: 

  • defesa dos direitos de crianças e adolescentes e direito à educação; 
  • defesa do meio-ambiente; 
  • direito à moradia e acesso à medicamentos; 
  • combate à violência doméstica e violência policial.

Pós em direitos humanos - quer ajudar a construir um mundo melhor, conheça a pós em direitos humanos

Como trabalhar com Direitos Humanos no exterior 

Caso queira trabalhar com Direitos Humanos no exterior, existe a possibilidade de atuar nas agências oficiais da ONU, especialmente se você tem interesse em demandas sobre refúgio. 

Isso porque as Nações Unidas têm uma série de instituições parceiras que oferecem oportunidades de atuação em temas como refúgio por questões climáticas, de guerra, políticas e religiosas, além de fluxos migratórios. Você pode conferir as vagas disponíveis na ONU através do site, clicando aqui. 

Outra área dentro do campo das organizações internacionais é a defesa dos direitos de pessoas privadas de liberdade, como a Anistia Internacional. Clique aqui para conhecer. 

Por que apostar em uma pós-graduação em Direitos Humanos na sua carreira 

A especialização em direitos humanos tem como objetivo capacitar profissionais de diversas áreas para atuar como agentes de responsabilidade social, garantindo os direitos básicos da população e transformando a sociedade. 

Fazer uma pós em direitos humanos é uma oportunidade para quem quer aprofundar seus conhecimentos no assunto e aplicá-lo em sua área de interesse. É uma maneira de ajudar a modificar a sociedade e transformar o país em um lugar melhor de se viver. 

E além de trazer o bem coletivo, atuar como alguém que fez uma especialização em direitos humanos também traz benefícios para a carreira profissional. 

Conhecimento mais focado 

Uma especialização permite que um conteúdo seja abordado mais profundamente do que uma faculdade, por exemplo. 

Por isso, quem cursa uma pós em direitos humanos se torna um verdadeiro especialista no assunto. 

Ter um conhecimento mais focado permite que o profissional esteja capacitado para assumir funções relacionadas com o campo de estudo, tendo destaque no mercado de trabalho. 

Além disso, uma pós em direitos humanos pode ser um diferencial para quem quer seguir carreira acadêmica, pesquisando e se aprofundando nos estudos da área. 

Melhores salários e oportunidades profissionais  

Em um mercado de trabalho saturado como o nosso, é essencial saber como se destacar e construir seu caminho profissional. Ter uma pós-graduação pode ser um ótimo meio para este fim. 

Em um levantamento feito pela Catho Educação, descobriu-se que pessoas com pós-graduação têm 47,2% a mais de chance de receber salários mais altos do que aquelas que não tem a formação.

Na mesma pesquisa, foi percebido que 70% das vagas estratégias buscavam profissionais com pós. Isso quer dizer que a pós-graduação é essencial para quem deseja crescer na carreira. 

Quem pode fazer uma pós-graduação em Direitos Humanos 

A pós em direitos humanos pode ser feita por qualquer profissional com formação superior. O principal pré-requisito é ter interesse em se capacitar para atuar na transformação social. 

É preciso dizer, entretanto, que pessoas com formação superior em Direito, Serviço Social, Sociologia, Psicologia, Filosofia e cursos na área de humanas podem ter maior familiaridade e facilidade com o tema. 

Como funciona uma pós-graduação em Direitos Humanos 

A especialização em direitos humanos oferece amplo conhecimento e desenvolvimento na área jurídica, referente a cidadania e direitos humanos. 

Com isso, o profissional terá contato com disciplinas como cidadania global, diversidade, minorias, inclusão, sustentabilidade e responsabilidade social. 

Grade curricular  

A pós em direitos humanos tem duração média de 12 meses e, durante esse período, os participantes têm aulas sobre: 

  • Sociologia: Origem e Aplicação 
  • Ética, antropologia e sociologia 
  • Filosofia do Direito 
  • O Homem, o Direito e a Sociedade 
  • Aspectos históricos dos direitos humanos 
  • A Declaração Universal dos Direitos Humanos 
  • Tópicos Especiais em Direitos Humanos 

TCC 

Na pós-graduação, o TCC, segundo decisão do MEC, é facultativo.

Então, pode ser que, dependendo do instituto de ensino escolhida por você, haja ou não um trabalho de conclusão de curso. O ideal é que você se informe com o instituto de ensino onde deseja fazer a sua especialização em direitos humanos.

Perfil do aluno 

Independentemente de sua formação inicial, para atuar no ramo de direitos humanos, é necessário que o profissional tenha boa comunicação, responsabilidade social e empatia. 

Quanto custa uma pós em direitos humanos? 

O valor da mensalidade da pós em direitos humanos também dependente do instituto de ensino e modalidade escolhidas.

Mas de maneira geral, escolhendo uma pós em direitos humanos a distância, você garante uma mensalidade mais barata do que a modalidade presencial. 

Também existem descontos e bolsas que as instituições podem oferecer.

pós em direitos humanos - como é a especialização em direitos humanos

Onde fazer a sua pós em direitos humanos? 

Agora que você já entendeu como funciona a pós em direitos humanos e como você pode atuar depois da conclusão do curso, queremos convidá-lo a conhecer a Pós em Direitos Humanos + Carreira EAD do UNIFSA. 

Na nossa pós em direitos humanos a distância, você conquista um certificado intermediário a cada 3 meses. Assim, já adiciona novas habilidades e conhecimentos ao seu currículo e aprimora sua carreira antes mesmo de concluir o curso. 

Além disso, oferecemos encontros com consultores para acelerar sua carreira de maneira real. Ou seja, além de se transformar em um especialista em direitos humanos, você também se prepara de verdade para atuar na área. 

Não deixe de conhecer a nossa Pós +Carreira em Direitos Humanos EAD neste link. 

Conclusão 

Ao chegar ao fim deste artigo, esperamos que você tenha conseguido tirar suas dúvidas sobre como funciona a pós em direitos humanos, o que faz um especialista nessa área e onde você pode atuar como profissional. 

Leia estes conteúdos também: 

Dê um novo rumo à sua carreira. Faça um teste de aptidão profissional! 

Profissões em alta 2022: conheça as áreas mais promissoras 

Aprenda como fazer currículo pelo celular com estes 4 aplicativos 

Melhore a produtividade no trabalho com essas 7 ferramentas

O que é uma metodologia ativa e como ela melhora o ensino-aprendizagem

EAD

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

Dia mundial da Educação: reflexões e perspectivas do EAD

Você sabia que no dia 28 de abril celebra-se o Dia Mundial da Educação? A data foi instituída na cidade de Dakar, no ...
6 min de leitura

Quer fazer EAD? Escolha uma instituição com qualidade de ensino

O acesso ao ensino superior no Brasil pode ser considerado um fenômeno recente. E o Ensino a Distância veio como ...
3 min de leitura

Saiba a diferença entre vestibular agendado e tradicional

Mesmo com a popularização do Exame Nacional do Ensino Médio, muitas universidades públicas e privadas mantêm processos ...
1 min de leitura
Ver mais conteúdossobre EAD