<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=2736481836612313&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Você sente que falta oportunidades na sua área de trabalho? Já pensou em mudar de emprego mas não sabe muito bem como fazer? A recolocação profissional é um processo que exige um certo preparo e muita força de vontade para encarar este desafio, mas não é nada impossível.

Vamos te mostrar tudo o que você precisa para se preparar para essa etapa e conseguir alcançar o sucesso profissional que você merece.

ambiente de trabalho

Por que buscar recolocação profissional?

Escolher uma área para trabalhar às vezes é complicado. Geralmente tomamos essa decisão quando ainda somos jovens demais e nossas escolhas podem ser feitas no escuro. Muitas pessoas escolhem a área profissional pensando apenas no salário, outras, já não tem tanto poder de escolha, dependendo da situação econômica que se encontram.

Essa é uma trajetória muito particular e que pode influenciar o rumo de nossas vidas. E aí não é difícil encontrar pessoas trabalhando em cargos indesejados, apenas para ter um salário e conseguir se sustentar. Você provavelmente conhece alguém assim, não é mesmo?

E nesses casos, as pessoas podem se sentir presas em sua rotina e não enxergarem que existe a possibilidade de mudar esse cenário! A recolocação profissional é um processo que depende muito de atitude. E são vários os motivos que levam as pessoas a querer mudar de rumo, como:

  • falta de vagas dentro da sua área de trabalho,
  • insatisfação com o local de trabalho atual,
  • a ausência de um plano de carreira que dê perspectiva de crescimento,
  • o salário que se torna insatisfatório,
  • mulheres que deixam a carreira em segundo plano para se dedicar à maternidade,
  • incertezas sobre o rumo da carreira.

Não é errado querer traçar novas perspectivas profissionais e “mudar de ideia” no meio do caminho, afinal de contas, seu caminho é você quem faz.

Todos nós, em algum momento da infância, já ouvimos a famosa pergunta: “O que você quer ser quando crescer?” Mas a gente cresce achando que uma vez feita essa decisão, ela precisa ser permanente. O que não é realidade.

Se você pudesse verdadeiramente se fazer essa pergunta hoje, sua resposta ia refletir seu cargo atual? Se não, a recolocação profissional é o que pode te colocar no caminho certo para que você consiga chegar lá.

Como conseguir uma recolocação profissional?

Alçar novos patamares profissionais e buscar por novas oportunidades pode parecer assustador para muitas pessoas, ainda mais se você já possui certa estabilidade na sua carreira atual. Mas todo o processo pode trazer resultados impressionantes se você executar os passos que a gente vai te mostrar.

Passo 01: Faça uma autoanálise

É comum quando falamos sobre recolocação profissional, as pessoas que não sabem muito bem do que se trata, acreditar que tudo o que precisa ser feito é analisar as vagas disponíveis na sua região e pensar a partir disso no que o seu currículo se encaixa.

Não que essa etapa não faça parte do processo, mas antes de tudo, se você busca por recolocação profissional, saiba que o seu currículo não é a única coisa que te representa!

Geralmente, todas as informações que você coloca em seu currículo dizem respeito às suas competências técnicas, que são as chamadas hard skills, e nisso entram cursos de aprimoramento, idiomas, Graduação e afins.

Mas você também tem várias soft skills, que dizem respeito à competências pessoais e comportamentais que você possui ou desenvolveu ao longo do seu percurso de vida pessoal e profissional.

Alguns exemplos de soft skills:

  • boa comunicação interpessoal,
  • habilidade de pensamento crítico,
  • capacidade de manter-se positivo frente à desafios,
  • conseguir trabalhar bem em equipe,
  • ter foco, organização e comprometimento com o que faz.

Essas habilidades são extremamente necessárias para se fazer a diferença quando buscamos uma vaga, seja efetiva ou temporária. Para ilustrar melhor, é fácil se matricular num curso de Inglês, mas não é tão fácil desenvolver uma boa comunicação interpessoal se você não tiver facilidade para tal.

O autoconhecimento é importante, pois é através dele que você vai conhecer seus pontos fortes e também reconhecer tudo aquilo que você precisa trabalhar para melhorar, além de conseguir dizer qual profissão combina melhor com você!

Passo 02: Organize suas finanças

Ter controle sobre suas finanças é algo indispensável para todas as pessoas. Especialmente se você tem algum plano em mente, pois assim, fica mais fácil saber como alcançá-lo.

E se você busca por recolocação profissional após enfrentar uma demissão, cuidar do seu dinheiro é algo mais necessário ainda. Já que você vai precisar de um tempo para conseguir se adequar à nova realidade e suas prioridades precisam se adequar ao seu novo orçamento, sem que você deixe de lado a estratégia para alcançar sua nova vaga.

Esse controle financeiro pode ajudar não só no planejamento dos próximos meses, mas também pode servir para você garantir que exista o suficiente para o investimento necessário para a sua educação e atualização profissional.

Passo 03: Busque conhecimento

Segunda graduação

Lembra que comentamos sobre o exercício de se perguntar novamente “O que você quer ser quando crescer?”. Então, se a sua resposta não tem nada a ver com a área na qual você se formou, fazer uma segunda graduação pode ser a saída perfeita para você.

Se você possui formação em Matemática, mas descobriu que na verdade sua vocação é na área de Administração; porque não investir nessa área e buscar sua realização profissional?

Pós-graduação

Bom, o processo de recolocação profissional não é exatamente mudar de área. Você pode sim buscar recolocação profissional dentro da área que você já atua. É aí que uma pós-graduação pode te ajudar.

Ao escolher uma área para sua especialização, você pode buscar novos caminhos profissionais dentro do seu campo de conhecimento. Se você é formado em Direito, por exemplo, são inúmeras áreas distintas em que você pode fazer uma pós-graduação: Direito Civil, Direito Trabalhista, Direito Digital, e por aí vai.

agenda e computador

Cursos profissionalizantes

São cursos de curta duração, podendo ter uma carga horária de poucas semanas, até um ano e meio ou dois, dependendo do curso. Eles são uma ótima opção, pois são focados especificamente para a atuação no mercado de trabalho.

 

São ideais para as pessoas que buscam se especializar em alguma área específica em um curto período de tempo. Geralmente quem opta por esse tipo de curso são jovens que buscam a primeira oportunidade no mercado de trabalho, pois possuem investimento baixo e dão muita experiência prática no ensino. Mas nada impede que quem fuja desse perfil, procure essa modalidade.

Passo 04: Faça um excelente currículo

Se você está em uma vaga já tem algum tempo, pode não saber, mas hoje em dia os currículos evoluíram bastante. Não existe mais aquela folha padrão que pede apenas suas experiências e referências anteriores.

 

Hoje em dia são vários os fatores que destacam seu currículo dos demais. Começando pelo layout, ou seja, pelo formato do seu currículo. Você não pode simplesmente colocar todas as suas experiências e conquistas profissionais. É necessário saber o que filtrar para destacar o que você tem de melhor.

 

Da mesma forma, é preciso saber apresentar bem suas competências técnicas e pessoais, assim como hoje em dia, uma carta de apresentação e uma de recomendação, são itens chave na hora de chamar a atenção de recrutadores.

 

Jamais exagere suas qualidades e de forma alguma minta sobre suas habilidades. É indispensável que você tenha ética e seja verdadeiro na hora de se apresentar como profissional.

Passo 05: Faça contatos

Círculo Social

A rede de contatos pessoais pode ajudar bastante na hora de buscar por recolocação profissional. Seus amigos podem ajudar você com informações sobre as empresas que eles trabalham ou acionar contatos que eles tenham, dos quais você pode se beneficiar.

 

E o círculo social pode ser mais frutífero do que você pensa. Cultivar bons relacionamentos com seus amigos pode te garantir entrevistas em locais diferentes e até mesmo uma carta de recomendação.

 

Círculo Profissional

Tão importante quanto sua rede de contatos pessoais, seus contatos profissionais podem te ajudar bastante nesse processo. Justamente por isso, independente de onde você trabalha, manter um bom contato com seus colegas de trabalho é indispensável.

 

Participar de eventos na sua área de atuação é uma boa estratégia, assim você mantém contato com profissionais da sua área, além de trazer visibilidade para você. Não é a toa que existe uma piada do meio corporativo que fala que para muitas vagas, o essencial é ter QI: quem indique!

 anotacao caderno

LinkedIn

Hoje, mais do que nunca, é muito importante que você conquiste visibilidade também no espaço virtual. O LinkedIn é a rede social que foi criada especificamente para esse tipo de contato.

Lá, você cria seu perfil profissional e coloca todas as suas informações, como educação, experiências e competências técnicas e pessoais. Pode buscar vagas e oportunidades de forma prática e também estabelecer uma rede de contatos, o que é indispensável para ter visibilidade.

Marque reuniões profissionais

Os contatos estabelecidos ao longo de experiências anteriores ou de eventos podem render bons encontros profissionais. É uma excelente estratégia para colocar em prática suas habilidades de marketing pessoal. Você também pode usar essa estratégia para se apresentar para profissionais da área que você busca se inserir.

Falando de uma forma menos formal, é aquele famoso ato de chamar um colega de trabalho para tomar um café e conversar um pouco sobre projetos e ideias. Você pode usar essas reuniões para apresentar seu trabalho para possíveis parcerias. Funciona bem para estabelecer o networking de forma mais direta, mas tome muito cuidado para que o tom não fuja do profissional.

Passo 06: Comece a procurar emprego

Depois que você já definiu bem o seu perfil, traçou sua estratégia e conseguiu criar uma rede de contatos, aí sim é hora de procurar a vaga certa para você.

Pode parecer estranho você não começar por isso logo de cara, mas é melhor estar bem preparado e ter em mente a vaga ideal. Afinal, quando se busca recolocação profissional, é para que a nova vaga preencha mais do que só os requisitos financeiros.

Quando se pensa a longo termo, uma carreira não é sinônimo de ganhar bem, mas sim de estar realizado e sentir propósito no que se faz.

Hoje em dia vários portais podem te ajudar nessa tarefa. Além disso, o próprio Google conta com uma ferramenta para busca de vagas, desde 2017, o Google Empregos: basta procurar pela área desejada + emprego, para acionar a funcionalidade do buscador.

Passo 07: Mantenha-se motivado e disciplinado

Como o processo de recolocação profissional depende de diversos fatores, não existe um tempo determinado para que você cumpra todas essas etapas. Vai depender muito da sua situação e em como você encara os desafios que existem em todas as etapas.

E mesmo com tudo isso, é muito importante que você mantenha o foco no resultado que você deseja. Lembre-se dos motivos que te levaram a buscar novos horizontes em sua carreira e não desanime. Se você busca a recolocação após uma demissão, não se deixe abalar, por mais que pareça difícil no começo.

Ter disciplina para continuar seguindo a estratégia mesmo quando as coisas parecem não estar indo para frente é primordial! Não desanime pelas possíveis dificuldades e mantenha-se positivo, esse é um ponto muito importante, principalmente nas etapas de entrevista, quando você mostra aos recrutadores quem você é.

E se você demonstra disciplina, motivação e positividade, pode ter certeza que o recrutador vai perceber. E o mesmo é válido para o contrário, se você está triste ou desmotivado, os recrutadores também percebem, ou pior, podem confundir isso com desinteresse pela vaga.

Por que fazer segunda graduação para recolocação profissional?

Conseguir um currículo competitivo

Se você possui uma graduação, sabe o peso que ela tem para o seu currículo e as vantagens que ela te proporciona em relação às pessoas que não possuem esse tipo de formação. Da mesma forma, uma segunda graduação consegue agregar um valor ainda maior. E isso ocorre por vários motivos.

O conhecimento novo adquirido na segunda graduação não é a única coisa positiva. Esse ato também demonstra que você não fica em sua zona de conforto e busca sempre se reinventar e se atualizar.

E se você é um profissional que busca sempre oportunidades para melhorar seus conhecimentos e habilidades, pode ter certeza que essa atitude não vai passar despercebida por recrutadores. Seja lá qual for a escolha da segunda graduação: para mudar de área ou para incrementar seu currículo.

Aumentar suas oportunidades

Com uma segunda graduação em mãos, suas possibilidades de atuação ficam maiores. Já que você pode com isso, escolher fazer algum curso que complementa seu currículo, ou até mesmo que expande suas possibilidades de trabalho para áreas além da que você já tem com sua primeira formação.

Fazer contatos na sua área

Muita gente se esquece dessa etapa durante a graduação, mas seus colegas de classe são pessoas, que assim como você, estão buscando por oportunidades de trabalhar na mesma área.

Por isso é muito importante que você consiga estabelecer uma relação amistosa e saudável com seus colegas de curso. Afinal de contas, o futuro pode reservar parcerias profissionais muito positivas se você simplesmente conseguir manter esses contatos por perto.

Conhecer novas visões do mercado

Quando você se abre para uma nova oportunidade de aprendizado, percebe que em cada área existe uma demanda diferente. Existem certos perfis e certas práticas que em uma área são condenados, mas na outra, podem ser extremamente requisitados.

Uma segunda graduação vai te trazer conhecimentos teóricos importantes, mas também vai te colocar em contato com pessoas diferentes, e com isso, visões de mundo diferentes. Pode parecer simples, mas esse tipo de contato muda muito a forma que temos de enxergar as coisas e o modo de agir.

Assim, o processo de recolocação profissional envolverá um pouco de determinação e disciplina, mas com paciência, estudo e dedicação, você com certeza alcançará os resultados esperados.

Se você está buscando recolocação profissional, saiba que investir em educação é parte importante nesse processo. Seja para atualizar o seu currículo ou para buscar novos horizontes em outras áreas.

E uma das formas de buscar conhecimento é por meio de uma graduação EAD, você conhece? Então, confira agora tudo sobre essa modalidade de ensino e comece a se preparar para a sua recolocação profissional: Faculdade EAD é uma boa? Veja 8 dúvidas comuns sobre estudar a distância.

blog ead unifsa

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT