Inscreva-se
Conheça nossos cursos

Cursos

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia Elétrica EAD

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Cursos

Saiba tudo sobre o curso de Engenharia Elétrica EAD

Por EAD UNIFSA em May 5, 2020 12:00:00 AM | 9 min de leitura

Quando falamos de engenharia elétrica, pode parecer óbvio para muitos o que faz o profissional que se forma nessa área. Mas você sabe exatamente quais são as atribuições do engenheiro eletricista? O curso de Engenharia Elétrica EAD aborda não só o campo da eletricidade, mas também dos eletrônicos e das telecomunicações. É uma excelente opção para quem ama matemática, física e tecnologia.

A área de engenharia elétrica é responsável por muitos campos que permeiam a vida em sociedade. Quer um exemplo simples do dia a dia? O simples ato de ligar um interruptor de luz, atender o telefone, assistir a televisão ou esquentar a comida no microondas. Essas são ações rotineiras que podem até passar despercebidas para muita gente. 

Mas para que elas ocorram de maneira segura, é necessário que haja um profissional de engenharia elétrica envolvido por trás de seu planejamento. O engenheiro elétrico é responsável pela construção e manutenção de sistemas que movem todo o mundo da maneira que conhecemos hoje. 

Neste texto, vamos abordar todas as características dessa que é considerada uma das áreas de maior importância para a subsistência. O papel do engenheiro, os desafios da profissão, o mercado de trabalho e, principalmente, tudo que você precisa saber antes de ingressar em uma faculdade de Engenharia Elétrica EAD.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

Como é o curso de engenharia elétrica EAD? 

O aluno que decide cursar Engenharia Elétrica a distância pode optar por uma instituição que ofereça a graduação semipresencial. Isso é, você aprende os principais conceitos teóricos em casa, por meio de uma plataforma digital de aprendizagem, e aplica os fundamentos práticos na instituição. O EAD de Engenharia Elétrica tem duração de cinco anos, e as aulas presenciais ocorrem uma vez por semana. 

Uma instituição de ensino renomada do mercado deve seguir as normas de regulamentação impostas pelo Ministério da Educação (MEC). A grade curricular de um bom curso de Engenharia Elétrica a distância reconhecido pelo MEC dispõe de conteúdos voltados para as disciplinas de exatas mais abrangentes, como Matemática, Física e Tecnologia. Essas são algumas aulas que você encontrará ao longo da graduação:

  • Introdução à Engenharia; 
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear;
  • Química Tecnológica;
  • Segurança do Trabalho;
  • Sistemas Eletrônicos;
  • Gestão Energética;
  • Física;
  • Circuitos Elétricos;
  • Eletromagnetismo;
  • Redes Digitais;
  • Automação Industrial.

Note que a grade curricular para quem estuda Engenharia Elétrica é bastante rica, não se limitando à energia elétrica. Durante o curso, o aluno também se especializará em eletrônica e telecomunicações, responsáveis por boa parte dos sistemas de processamento de dados e linhas telefônicas brasileiras. 

O que faz um bacharelado em engenharia elétrica?

Com uma vasta lista de aprendizado, o profissional de engenharia elétrica se torna uma figura de extrema importância para o bom funcionamento dos sistemas de subsistência da sociedade. Você sabia que o engenheiro elétrico é responsável por criar os circuitos de fornecimento de energia elétrica para a sua casa? Também é ele quem elabora planos de expansão de linhas de telefonia móvel e de internet.

Confira as características de algumas das principais áreas de atuação onde um engenheiro eletricista pode desempenhar seu trabalho:

Automação

Projeta e executa equipamentos eletrônicos produzidos em escala industrial, desde a planta elétrica dos edifícios até o sistema de interligação entre as áreas da empresa.

Telecomunicações

Este profissional trabalha no desenvolvimento de sistemas de telefonia e internet em larga escala, processamento de dados e monitoramento de redes. 

Programação

Nesta área, o engenheiro eletricista desenvolve e opera sistemas internos de dados para empresas e indústrias, além de contribuir para a produção de pesquisas e monitoramento.

Fornecimento de energia

Este é um dos campos de maior importância da profissão. Nele, o profissional é responsável por gerir sistemas elétricos, desde a geração até a distribuição de energia. Também pode trabalhar na construção de usinas e estações de rede.

Instrumentação

Projeta e desenvolve equipamentos de cunho científico para hospitais, laboratórios, clínicas e indústrias no geral. 

Pesquisa e desenvolvimento

Produz estudos e gera estatísticas sobre eficiência energética, novas fontes de energia renováveis e matérias-primas eficazes para gerar energia limpa e de qualidade.

Como você pode observar, e aqui podemos até mesmo brincar com um trocadilho pertinente, o engenheiro eletricista é a luz no fim do túnel para grandes projetos que visam melhorar a sociedade em que vivemos. Afinal, o que seria de nós sem uma rede elétrica que comporte toda a demanda por energia e transmissão de dados que um país tão grande como o Brasil necessita, não é mesmo? 

ead engenharia eletrica

Como está o mercado de trabalho?

A engenharia elétrica sempre será uma área em crescimento e expansão, independente do lugar onde o profissional escolher trabalhar. Em um mundo cada vez mais conectado, os sistemas de transmissão de dados e energia necessitam se modernizar para comportar uma demanda populacional que não para de crescer. 

O mercado de trabalho é bastante vantajoso para o engenheiro elétrico quando o assunto é oportunidades de emprego e média salarial, já que a tendência é o setor crescer ano após ano

Por ser uma esfera de grande responsabilidade para o desenvolvimento do país, o profissional pode trabalhar tanto em órgãos públicos – como instituições federais, ministérios, secretarias –, como na iniciativa privada – por meio de criação de sistemas internos e soluções inteligentes.

Assim, o profissional de engenharia elétrica pode trabalhar em: 

  • usinas hidrelétricas;
  • usinas eólicas;
  • concessionárias de energia;
  • fábricas de computação e telefonia;
  • empresas de telecomunicações;
  • construtoras;
  • indústrias que fabricam sistemas elétricos.

Uma boa notícia para quem sonha ingressar na graduação de engenharia elétrica EAD é que o mercado de trabalho da área deve crescer exponencialmente nos próximos anos. Isso porque o Plano Decenal de Expansão de Energia 2024, do Ministério de Minas e Energia, estima investimentos de R$ 1,4 trilhão nos próximos anos para o Brasil produzir energia elétrica de maior qualidade, assim como petróleo, gás natural e biocombustíveis. 

Dessa forma, o país deve gerar um aumento de 55% na capacidade instalada de geração de energia elétrica. Com mais investimentos no setor, naturalmente cresce a procura por profissionais capacitados no mercado. 

Um dos campos de exploração que vem crescendo no país e deve atrair cada vez mais investimentos é o setor de energia eólica. A estimativa é que sejam gerados mais de 200 mil empregos no Brasil até 2026. Ou seja, uma notícia nada mal para quem planeja uma carreira como engenheiro elétrico.

Já no setor privado, uma das esferas que mais vêm ganhando destaque por sua modernização é a de telecomunicações. Com o aumento da procura pelos serviços de streaming e uma população cada vez mais conectada por meio do smartphone, a chegada da internet 5G promete movimentar o mundo digital na corrida por novas tecnologias de ponta. Dessa forma, o engenheiro elétrico será visto como um profissional cada vez mais requisitado no mercado. 

O salário do engenheiro elétrico

O formado no curso de Engenharia Elétrica semipresencial encontrará um mercado repleto de oportunidades. Como já dito anteriormente, não faltam boas notícias para animar o futuro da profissão no Brasil, ou até mesmo fora dele. Essa é uma categoria com boas médias salariais no ramo da engenharia. 

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), um engenheiro elétrico ganha em média R$ 8.216 para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais. O teto salarial pode chegar a 20 mil reais, dependendo da área de trabalho realizado.

O que é preciso para ser um bom engenheiro elétrico?

Uma dúvida que geralmente surge para quem está interessado em cursar engenharia elétrica EAD é o impacto desse profissional no mercado e na sociedade. Afinal, a escolha de uma profissão pode beneficiar diretamente uma grande parcela da população. Para o engenheiro elétrico, existe a sensação de poder contribuir para um meio mais evoluído, mais tecnológico, mais inclusivo. 

Levar energia elétrica para comunidades mais carentes, trabalhar na criação de softwares inteligentes que beneficiem as linhas de transmissão e facilitar a vida de muitas pessoas são algumas das recompensas que um bom engenheiro eletricista pode carregar em seu currículo. 

Esse profissional precisa estar antenado com o que acontece ao seu redor, afinal as áreas de tecnologia e energia passam pelo período de maior atualização do mercado. Essas são algumas dicas que você deve seguir para uma carreira de engenheiro elétrico de sucesso:

  • mantenha-se atualizado sobre o mercado e as novas tecnologias;
  • fique atento às novas demandas do setor, como a busca por fontes de energia limpa e renovável, a evolução das linhas de internet e telefonia etc.;
  • faça networking, afinal ninguém chega sozinho a um lugar de sucesso. 
  • participe de palestras, congressos e outros eventos da área para trocar informações sobre o futuro do mercado e as principais tendências;
  • escolha uma boa universidade, além de cursos de especialização para as áreas que mais se identificar.  

engenharia elétrica ead sp

Onde estudar Engenharia Elétrica EAD? 

Um dos fatores que mais pesam na hora de escolher uma boa graduação é o desafio de conciliar a vida acadêmica e profissional. Muitos jovens e adultos sonham com um diploma de especialização, mas não conseguem dedicar tempo e esforço na área, às vezes por falta de tempo, às vezes por falta de incentivos maiores. 

A graduação de Engenharia Elétrica EAD traz inúmeros benefícios para quem sonha seguir carreira nessa profissão, mas tem um cronograma apertado para trabalhar e estudar ao mesmo tempo. Por isso, o método semipresencial acaba se tornando uma das melhores opções na hora de escolher a universidade ideal. Alguns fatores devem ser levados em conta na sua tomada de decisão.

Pesquise a universidade 

Faça uma análise sobre a história e a reputação da universidade. Há quantos anos ela está no mercado? Seus cursos são reconhecidos pelo MEC? Sua metodologia é séria e comprometida com o aluno? Faça uma visita ao campus se possível, converse com alguns professores e conheça mais sobre o seu método de ensino a distância. 

Conheça a estrutura das aulas presenciais 

Um bom curso EAD oferece ao aluno mais do que uma plataforma digital de qualidade: ele oferece também toda a sua estrutura presencial. Afinal, uma graduação a distância completa necessita de espaços físicos para que todo o conhecimento teórico seja aplicado. 

É possível frequentar as bibliotecas, laboratórios e participar de eventos que a universidade dispõe a seus alunos? É possível participar de projetos de pesquisa e de extensão? Um bom ensino a distância depende do seu complemento presencial para fazer a diferença. 

Analise a metodologia de ensino 

Um grande diferencial na hora de escolher a melhor graduação é a metodologia de ensino adotada por cada instituição. É preciso fomentar o interesse do aluno desde o primeiro dia de aula, com materiais atualizados que incentivam a participação do aluno na busca por conhecimento. Vídeos bem gravados, exercícios didáticos bem estruturados e um corpo docente formado por professores preparados para tirar todas as dúvidas necessárias.

Qual o valor da mensalidade do curso de engenharia elétrica?

E afinal, quanto custa para cursar uma faculdade de Engenharia Elétrica? Essa é uma dúvida frequente que aparece na hora de escolher uma instituição privada de ensino que mais se adapte às suas pretensões. Por ser um curso de renome e geralmente bem disputado, o valor médio da mensalidade para a modalidade presencial equivale a R$ 1.343, segundo dados levantados pelo site Guia do Estudante.

Já para a modalidade semipresencial, por haver uma demanda menor de deslocamentos e recursos, o valor fica mais barato. Por isso, escolher um curso de Engenharia Elétrica EAD pode ser ainda mais vantajoso na hora de se planejar financeiramente. A média de preço para essa categoria varia entre R$ 400 e R$ 1 mil. 

Por que fazer Engenharia Elétrica EAD? 

Como vimos neste texto, não faltam bons motivos para optar por uma graduação a distância de engenharia elétrica. O aluno que já está familiarizado com as áreas de exatas e aprecia os campos da Matemática, da Física e da Tecnologia tem motivos de sobra para investir seu futuro profissional no campo da engenharia elétrica. 

O curso de Engenharia Elétrica EAD semipresencial desponta como um dos mais promissores, já que concilia aulas teóricas online e desenvolve suas práticas em sala de aula ao menos uma vez por semana. Dessa forma, o ingressante terá tempo para dedicar seus estudos de maneira flexível, por meio de um cronograma de estudos que se adapta à sua realidade. 

Outra vantagem, como já levantada neste texto, é o custo-benefício e a qualidade de ensino das instituições de ensino a distância. Uma boa universidade propiciará ao aluno uma metodologia ativa de ensino, que incentivará o aprendizado desde a primeira aula. 

Fazer a diferença na corrida por serviços mais ágeis e inclusivos para a sociedade faz parte da rotina do profissional engenheiro elétrico. Por isso, o aluno que optar por essa formação terá pela frente um mercado de trabalho em constante crescimento, com excelentes remunerações. 


Está convencido de que o curso de Engenharia Elétrica EAD é a melhor opção para o seu futuro diploma? Caso ainda tenha dúvidas, confira nosso texto sobre as vantagens e desvantagens do EAD.

Cursos

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

Acelere sua carreira em TI com um curso de telecomunicações

Você já pensou em aprofundar seus conhecimentos em TI (Tecnologia da Informação) com um curso de telecomunicações? A ...
8 min de leitura

Por que o curso de rede de computadores EAD fará você se destacar

Já pensou em cursar algo que permite uma atuação técnica ligada à tecnologia? Então, conheça o curso de Rede de ...
16 min de leitura

Engenharia de produção: salário, mercado de trabalho e carreira

Você sabe qual o salário da engenharia de produção?
8 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Cursos