Inscreva-se
Conheça nossos cursos

Mercado de Trabalho

Trabalhar em casa: como se organizar e ser produtivo

Mercado de Trabalho

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Mercado de Trabalho

Trabalhar em casa: como se organizar e ser produtivo

Por EAD UNIFSA em Jul 16, 2021 12:00:00 AM | 8 min de leitura

Trabalhar em casa é uma tendência que vem se intensificando no mundo todo. Contudo, foi em 2020, em função da pandemia da Covid-19, que o ambiente doméstico passou a ser considerado de vez uma opção para aqueles que procuram uma alternativa ao escritório convencional. 

Trabalhar em casa, o famoso home office, oferece vantagens tanto para os funcionários quanto para os empregadores, o que tem feito cada vez mais empresas adotarem esse modelo de trabalho. 

Segundo a Pesquisa Gestão de Pessoas na Crise Covid-19, elaborada pela Fundação Instituto de Administração (FIA), o trabalho em casa foi estratégia adotada por 46% das empresas durante a pandemia.

Apesar de algumas dificuldades, 50% das empresas disseram que a experiência com o teletrabalho superou as expectativas e 44% afirmam que o resultado ficou dentro do esperado. 

Esses dados nos permitem concluir que é possível que, mesmo após a pandemia, muitas empresas considerem manter esse modelo de trabalho.

Será que você está pronto para essa nova tendência? Neste artigo, vamos falar mais sobre trabalhar em casa, explicando o que é preciso, trazendo dicas de como ser produtivo e apresentando os prós e contras desse modelo de trabalho.

Fique conosco e descubra tudo sobre o home office!

Confira:
O que é preciso para trabalhar em casa?
Quais as vantagens e desvantagens de trabalhar em casa?
Dicas para ser produtivo trabalhando em casa
Quais as melhores profissões para trabalhar em casa?
Conclusão

New call-to-action

O que é preciso para trabalhar em casa?

Trabalhar em casa é o sonho de muitas pessoas. Não pegar trânsito para chegar ao trabalho e pode fazer horários mais flexíveis são alguns dos benefícios mais atraentes.

Contudo, transformar seu ambiente doméstico em um espaço de trabalho também pode ser bem desafiador. Afinal, estamos acostumados a ficar mais à vontade em casa, onde as distrações também são muitas. 

Televisão, celular, filhos, tarefas domésticas... tudo isso pode prejudicar seu rendimento ao trabalhar em casa, sendo muito importante se organizar para não deixar a produtividade cair.  

Para trabalhar em casa, é preciso de uma série de competências e estruturas para garantir a produtividade e o conforto do colaborador. 

Para começar a trabalhar remotamente, o primeiro passo é ter espaço adequado dentro de casa para esse fim. Trabalhar no sofá e na cama pode ser muito tentador, mas não é a melhor opção nem para sua mente nem para o seu corpo. 

É essencial ter um espaço tranquilo e bem iluminado em casa para utilizar no horário de trabalho. Procure por um local que ofereça conforto e esteja distante de distrações. 

Depois de encontrar um espaço adequado, você vai precisar de uma cadeira confortável, uma mesa e computador. 

Atualmente, muitas empresas estão oferecendo auxílio home office aos funcionários. Ou seja, vale conferir com a sua empresa essa possibilidade. 

Se você é um trabalhador autônomo, o ideal é guardar um dinheiro para investir em seu local de trabalho.

Ter um local de trabalho delimitado e bem estruturado ajuda a manter a concentração e garante mais produtividade. 

Além de uma estrutura de trabalho adequada, o home office também exige algumas competências dos profissionais. 

Trabalhar presencialmente em uma empresa também exige organização, mas no home office essa característica é ainda mais importante. 

Os profissionais que trabalham em casa costumam ter mais autonomia em relação às suas demandas, o que torna indispensável ter uma rotina de trabalho bem organizada, dinâmica e equilibrada. 

A responsabilidade também é uma característica importante. Afinal, ao trabalhar em casa, não haverá nenhum chefe ou supervisor cobrando diretamente sobre horários ou entregas. 

O mais importante é sempre manter uma rotina, evitando distrações e levando com a disciplina necessária o exercício de suas funções, mesmo no ambiente doméstico.

Quais as vantagens e desvantagens de trabalhar em casa?

Como qualquer modelo de trabalho, existem diversas vantagens e desvantagens em transformar sua casa em seu ambiente de trabalho. 

A qualidade de vida certamente é um dos principais pontos positivos do home office,  sobretudo para quem mora distante do seu escritório físico. 

Ao trabalhar em casa, você enfrenta menos trânsito e, consequentemente, garante uma rotina de trabalho mais tranquila e menos estressante, além de economizar.

Outra vantagem do home office é a flexibilidade de horários. Afinal, nesse regime de trabalho, muitas empresas permitem que os funcionários façam horários de trabalho alternativos. 

Em função disso, muitos colaboradores conseguem adaptar seu dia a dia e aliar outras tarefas à rotina de trabalho, que antes não poderiam ser realizadas no ambiente presencial.  

Sobre as desvantagens, a falta de interação social, o risco da sobrecarga de trabalho e a dificuldade de definir horários são alguns dos principais problemas do home office. 

A falta de um espaço ideal para trabalhar, com mesa, cadeira e iluminação adequada, também pode ser outro ponto negativo de trabalhar em casa. 

Resumindo: existem diversos prós e contras de trabalhar em casa. Cabe a cada profissional ponderar e identificar qual modelo se encaixa mais com o seu perfil. 

Dicas de como ser produtivo trabalhando em casa

dicas-produtividade-em-casa - mesa de escritório, com computador e documento em volta

O maior desafio de trabalhar em casa certamente é manter ou até mesmo aumentar a produtividade. 

Como mencionamos anteriormente, o ambiente doméstico apresenta uma série de distrações que podem dificultar a rotina de trabalho. 

Apesar disso, com algumas dicas simples, é possível ter uma rotina de trabalho equilibrada e garantir a produtividade. Confira: 

1 - Não acorde cinco minutos antes de começar a trabalhar

Pode ser tentador ficar na cama até o horário limite de início do trabalho, mas essa prática pode prejudicar muito a sua produtividade. 

Após acordarmos, nosso corpo ainda demora um tempo para despertar de fato. Ou seja, acordando cinco minutos antes de começar o trabalho, você não vai estar com a mente e o corpo totalmente preparados para realizar suas funções laborais. 

O ideal é acordar no mínimo meia hora antes, tendo tempo para lavar o rosto e tomar um café. 

Assim, você garante que estará realmente pronto para começar a trabalhar no horário estabelecido. 

2 - Coloque uma roupa adequada para trabalhar

Ficar de pijama o dia todo pode parecer ótimo, afinal, é uma roupa que nos oferece muito conforto. 

Contudo, quando falamos de produtividade, pode não ser a melhor escolha. 

Ficar de pijama pode fazer com que sua mente fique involuntariamente pensado na cama o dia inteiro, o que pode prejudicar muito seu desempenho. 

Você não precisa vestir paletó e gravata e realmente colocar a mesma roupa que usaria no escritório. 

Tomar um banho e vestir outra roupa — que não seja o pijama — já é o suficiente para seu corpo e sua mente entenderem que é o momento de trabalhar.  

3 - Afaste as distrações tecnológicas

Dar aquela olhadinha no celular, ligar a TV ou deixar abertas as redes sociais podem fazer com que você desperdice uma grande quantidade de horas de trabalho sem nem perceber. 

Além disso, essas pequenas pausas fazem com que você perca a concentração e não seja produtivo em seu trabalho.

Mantenha essas tecnologias o mais distante possível de você. Deixe para conferir o celular em um momento de pausa ou no horário de almoço. Assim, você garante que estará com sua concentração totalmente voltada para o trabalho. 

4 - Tenha um horário de trabalho fixo

A flexibilidade de horários é um dos grandes benefícios do home office, mas também oferece muitos desafios, principalmente quando falamos de produtividade. 

Estabelecer um horário fixo de trabalho pode ser a melhor escolha para manter sua produtividade. 

Assim, você também regra sua mente para compreender que naquela faixa de tempo sua concentração deve estar voltada para as atividades laborais. 

5 - Faça pausas e descanse

Se você quer ser produtivo, saiba que descansar é tão importante quanto trabalhar. 

Faça pequenas pausas durante sua rotina de trabalho — seja para se alimentar, tomar um café ou arejar a mente. 

Muitas vezes, ficar muito focado em uma atividade pode prejudicar o desempenho do funcionário e a qualidade do que está sendo entregue. 

Aproveite suas pausas e momentos de descanso. Não esqueça que o ócio é parte importante do processo de criatividade e inovação.

>>> Melhore a produtividade no trabalho com essas 7 ferramentas

Quais as melhores profissões para trabalhar em casa?

Atualmente, quase todas as profissões permitem que os profissionais trabalhem em casa.

Até os médicos, profissionais que dificilmente imaginaríamos longe dos hospitais, têm a possibilidade de trabalhar em casa com a telemedicina. 

Apesar disso, existem algumas profissões em que esse modelo de trabalho é mais comum, especialmente nas áreas da tecnologia e da comunicação. 

Abaixo, selecionamos alguns exemplos:

  • Jornalista
  • Redator
  • Professores
  • Profissionais de marketing
  • Designer de Interiores
  • Arquitetos
  • Editores de Vídeo
  • Designer Gráfico
  • Desenvolvedor web
  • Programador
  • Tradutores
  • Contador

profissoes-para-trabalhar-em-casa - mesa com computador, celular, copo de café e um gato

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre os prós e contras de trabalhar em casa e trouxemos algumas dicas de como ser produtivo nesse ambiente. 

Se você gosta de conteúdos sobre mercado de trabalho, confira abaixo a seleção de textos do EAD UNIFSA sobre o assunto:

Mercado de Trabalho

Veja mais conteúdos da UNIFSA sobre EAD e educação

8 empresas que se destacam no mercado com ações socioambientais

Sustentabilidade e desenvolvimento social não são uma moda passageira. Eles já impactam os processos de organizações de ...
23 min de leitura

O que é Economia Criativa e como trabalhar na área

A economia criativa é um setor da economia relacionado ao entretenimento e à cultura. 
14 min de leitura

Millennials e Geração Z: o que o profissional de marketing precisa saber

Nos últimos anos, muito se tem ouvido sobre Millennials e Geração Z. Mas você sabe como esses dois grupos afetam a ...
16 min de leitura
Ver mais conteúdossobre Mercado de Trabalho