logo-web-unifsa-ead

Regras ABNT: veja como formatar trabalhos acadêmicos

Compartilhe!

Quem já precisou redigir um trabalho acadêmico seguindo as regras da ABNT, conheceu na prática o significado da palavra detalhe.

Afinal, formatar um documento nesses moldes é uma tarefa que exige dedicação e respeito às diretrizes. O órgão responsável pela padronização de trabalhos com caráter científico e tecnológico é a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Mais do que determinar as regras de redação dos projetos acadêmicos, a ABNT regula todo e qualquer tipo de produção. Você sabe qual é a importância disso? É simples de entender.

Padronizar processos é a garantia de que algo pode ser aprendido e ensinado por qualquer pessoa, uma vez que se emprega uma linguagem comum.

Se você acabou de ingressar no Ensino Superior e está de cabelo em pé só de pensar no que vem pela frente com as normas, fique tranquilo. Preparamos um artigo com todas as dicas e etapas para você aprender a aplicar as regras da ABNT nos seus trabalhos.

Importância do padrão ABNT para a produção acadêmica

Durante a vida escolar, muitos alunos têm contato com as regras da ABNT.

No entanto, é apenas na faculdade que a relação entre estudantes e normas fica mais próxima. Isso porque a maioria das instituições de ensino superior brasileiras opta por utilizar a ABNT para a orientação e formatação de trabalhos acadêmicos.

Seguir as regras da ABNT é de extrema importância para que haja clareza nas informações e, assim, a identificação e a compreensão dos conteúdos sejam facilitadas.

Por isso, a importância de aprender as principais regras para a vida acadêmica.

Quais são as principais normas da ABNT?

Todas as etapas apresentadas ao longo deste artigo são de suma importância para a composição de um bom trabalho acadêmico.

Vale, portanto, fazer uma pesquisa mais aprofundada em suas principais normas:

Como estruturar seus trabalhos acadêmicos

As regras da ABNT costumam ser as mesmas para artigos, monografias e para o TCC.

O papel delas é direcionar esses trabalhos para que as ideias do estudante sejam dispostas de maneira clara, lógica e objetiva.

Por isso, existem cuidados a serem tomados antes mesmo de começar a escrever o texto, como a ordem de todos os elementos que fazer parte do trabalho.

Saber todos os princípios que regem a formatação do trabalho acadêmico ajuda a nortear o desenvolvimento dele. Portanto, tome nota de todos eles:

1. Elementos pré-textuais

Os elementos pré-textuais obrigatórios são:

  • Capa
  • Folha de rosto
  • Resumo
  • Sumário.

Fazem parte ainda dos elementos pré-textuais, porém não são obrigatórios:

  • Dedicatória
  • Agradecimentos
  • Epígrafe
  • Abstract (resumo ou apresentação)
  • Lista (ilustrações, tabelas, siglas).

Esses itens são contados, mas suas páginas não devem ser numeradas.

2. Elementos textuais

Agora é o momento onde começa a ser escrito o conteúdo do trabalho. Constam:

  • Introdução
  • Desenvolvimento
  • Conclusão.

Fique ligado: na sequência, vamos nos aprofundar nos elementos textuais.

3. Elementos pós-textuais

Por fim, os elementos pós-textuais, que são compostos por:

  • Bibliografia
  • Anexos e apêndices.

Dicas para escrever um bom trabalho acadêmico

Além de respeitar os princípios de formatação do TCC e monografia, é importante apresentar um conteúdo claro e rico em informações. Esse item, somado à formatação correta de seu trabalho, ajuda a garantir uma excelente nota no final.

Veja dicas de como estruturar bem o seu trabalho acadêmico:

1. Entenda as etapas do trabalho

O primeiro passo já foi dado. Afinal, ao ler o artigo,você já viu quais são as etapas e estruturas das regras da ABNT. É importante que elas estejam bem esclarecidas para que você possa continuar o trabalho sem grandes dificuldades.

2. Escolha seus argumentos

É por meio dos argumentos que o seu projeto será reconhecido. Por isso, enquanto estiver desenvolvendo seus estudos, certifique-se de incluir dados estatísticos e históricos, citações e exemplificações.

3. Escreva um texto objetivo

Informações demais podem confundir o leitor. Procure, então, selecionar argumentos diretos que ressaltam o seu ponto sobre o assunto em questão.

4. Desenvolva com clareza

Tenha o cuidado de apresentar um raciocínio lógico sobre a ideia exposta. Garanta que o texto seja de fácil compreensão e não gere dúvidas. 

5. Traga soluções

Ao definir o tema de sua pesquisa, pense também o que você pode solucionar com o estudo apresentado. A maneira como as pesquisas são utilizadas para encaminhar uma boa conclusão conta muito à nota final do trabalho.

6. Esteja atento ao português

Esse é um ponto fundamental para qualquer trabalho acadêmico, mas, principalmente ao TCC.

Muitas universidades disponibilizam os trabalhos anteriores para novos alunos realizarem pesquisas, além de ocorrerem competições estaduais e nacionais para os melhores TCCs. 

Procure se atentar à gramática, uma vez que seu trabalho pode servir de inspiração e referência a outras pessoas. 

7. Revise seu texto

Os trabalhos acadêmicos são, geralmente, muito extensos, o que demanda enorme dedicação. Sempre que surgir um ótimo pensamento, registre-o sem se preocupar com normas e gramática. 

Depois, volte e faça as adequações. Também vale dizer que é preciso fazer diversas revisões em busca de erros ortográficos, falhas na narrativa e incoerências na formatação.

🔵 Leia também: Conheça os cursos importantes para o mercado de trabalho atual

Passo a passo para formatar o trabalho seguindo as regras da ABNT

Chegou a hora de conferir as principais normas para formatação do seu trabalho acadêmico. Vamos a elas? Confira:

1. Defina as margens da ABNT e outros pontos

Caso seu trabalho seja criado do zero no Microsoft Word ou Google Docs, certifique-se de definir os seguintes parâmetros antes de começar a escrever:

  • Margens
    • Esquerda e superior com 3 cm
    • Direita e inferior com 2 cm
  • Fonte Arial ou Times New Roman, com tamanhos específicos para cada finalidade
    • Tamanho 12 para texto
    • Tamanho 14 em negrito para títulos
    • Tamanho 10 para citações e notas de rodapé
  • Cor da fonte deverá ser preta em todo o trabalho
  • Colocar o texto justificado
  • Espaçamento de 1,5 no texto
  • Espaçamento de 1,0 para citação longa
  • Parágrafo de 1,25.

2. Formate a capa na ABNT (NBR 14724)

Na capa, deverá constar:

  • Nome da instituição
  • Curso
  • Autor
  • Título
  • Cidade
  • Ano.

3. Faça a paginação dos elementos na ABNT (NBR 14724)

Todas as páginas do trabalho devem ser contadas, mas a numeração aparecerá somente onde tiver elementos textuais, no canto superior direito, com algarismos arábicos.

4. Crie o sumário na ABNT (NBR 6027)

O sumário deve conter apenas os títulos e subtítulos dos elementos textuais. 

Todo capítulo deve iniciar em uma nova página. Portanto, no sumário, os capítulos aparecerão em negrito e caixa alta, e os subtítulos ficarão abaixo, em fonte normal.

Importante ressaltar que a fonte deve estar idêntica à utilizada nas seções. Ou seja, se um subtítulo for escrito com letras maiúsculas e minúsculas, deve aparecer da mesma forma no sumário.

5. Organize as citações e referências na ABNT (NBR 6023)

Segundo a ABNT, o objetivo da NBR 6023:2018 é estabelecer “os elementos a serem incluídos em referências”. 

Portanto, as fontes utilizadas para sua pesquisa devem ser listadas ao final do trabalho. A referência deve estar devidamente identificada, contendo alguns itens obrigatórios, como autor, o título da obra, edição, cidade e data de publicação.

Notas de rodapé de referência ou explicativa

As notas de rodapé indicam a fonte de uma informação apresentada no texto e podem ser de referência ou explicativas. Elas aparecem no rodapé do texto quando há necessidade de explicar o significado de uma palavra estrangeira ou referenciar um autor. 

Notas explicativas são usadas para realizar comentários, complementações ou observações do autor. Também podem ser usadas para referenciar dados mais informais, como trabalhos não publicados ou informações obtidas em comunicação pessoal.

6. Entenda as regras de citação na ABNT: citação direta ou indireta?

Ao mencionar uma informação gerada por outra fonte, deve-se atribuir os devidos créditos ao autor da informação. Esse procedimento é chamado de citação.

As citações pela ABNT podem ser:

  • Diretas: quando o texto original é transcrito. Se tiver até três linhas, a citação pode ser transcrita com o uso de aspas no mesmo formato. Caso tenha mais de três linhas, deve ser feita em um recuo de 4 cm em relação ao texto e sem as aspas
  • Indiretas: quando a ideia central da fonte é apresentada no texto sem que seja transcrita. Os créditos devem ser concedidos ao autor normalmente.

7. Gere as referências bibliográficas na ABNT

A bibliografia é um item obrigatório.

Nela, devem ser descritas todas as fontes da pesquisa, como livros e sites. Anexos e apêndices são itens que podem comprovar ou complementar argumentos utilizados pelo autor, como mapas, leis, entrevistas e relatórios.

Uma dica de ouro é compor a bibliografia no decorrer do trabalho em vez de deixá-la somente para o final. Como monografia e TCC costumam ser extensos, a chance de esquecer uma fonte é menor se você for anotando durante o desenvolvimento do seu trabalho.

E então, o que você achou dessas dicas?

As regras da ABNT são repletas de detalhes, cada etapa do trabalho possui uma norma a ser seguida. Isso é importante porque padroniza um trabalho acadêmico, como um TCC.

Dessa forma, ele seguirá uma linha lógica de raciocínio, permitindo que qualquer pessoa possa entendê-lo facilmente.

Veja também
regras-ABNT-como-formatar-trabalhos-academicos-dicas

Av. Valter Alencar 665 – São Pedro -Teresina – PI - © 2024 UNIFSA. Todos os direitos reservados.

QUERO SER ALUNO

JÁ SOU ALUNO